Menu Papel POP

Kevin Hart pode voltar a apresentar o Oscar 2019 mesmo depois de polêmica com tuítes homofóbicos

MAIS SOBRE:

Mais um capítulo dessa tour está aqui. Vem ver.

Lembra que o ator e humorista Kevin Hart tinha desistido de ser o apresentador do Oscar 2019 depois que tuítes de 10 anos atrás de cunho homofóbico vieram à tona?

Pois bem. De acordo com a Deadline, que adiantou trechos da entrevista que Ellen DeGeneres fez com o ator e que vai ao nesta sexta (04), Ellen, que também já apresentou a premiação, acredita que Kevin deve sim aceitar o convite e não deixar que ‘haters’ estraguem esse momento da carreira de Kevin.

“Os haters vão ganhar se você não apresentar o Oscar. Você não pode deixar que eles o destruam. Você tem muito talento para eles te impedirem de realizar seu sonho, de fazer o que você quer, tem o direito e deveria fazer. Não deixe essas pessoas ganharem, apresente o Oscar.

De Generes que também faz parte da Academia – chique, né? – disse também que conversou com outros membros e muitos esperam que ele reaceite o convite. Ela ainda revelou que a premiação não escolheu um substituto por acreditar que Hart voltará atrás em sua decisão.

“Queremos que ele apresente, o que pudermos fazer, ficaríamos felizes e ele deveria apresentar. É por isso que a Academia não encontrou um substituto ainda, porque eles estão secretamente desejando que você volte atrás”.

A saída de Kevin Hart do posto de apresentador e host do evento se deu depois de virem à tona tuítes de teor homofóbico por parte do comediante. Ele foi em seu Twitter dizer que estava deixando o posto.

“Decidi renunciar à apresentação do Oscar deste ano… isto se deu porque eu não quero ser uma distração em uma noite que deve ser comemorada por tantos artistas talentosos e incríveis. Eu sinceramente peço desculpas à comunidade LGBT pelas minhas palavras insensíveis do meu passado.”

E aí, gente, o que vocês acham que ele deve fazer: aceitar o convite por ser algo antigo ou não aceitar mesmo e já era?

O Oscar 2019 acontecerá no dia 24 de fevereiro e os indicados serão anunciados no dia 22 de janeiro.

Comentários

Topo