Menu Papel POP

Presidente do Grammy justifica comentário sobre mulheres na premiação

MAIS SOBRE:

O presidente do Grammy Neil Portnow viu que sua declaração sobre a falta de mulheres no Grammy 2018 não foi bem recebida e logo tratou de se desculpar pela fala.

À Variety, Portnow disse que as mulheres precisam se impor: “Eu acho que tem que começar com…mulheres que tenham a criatividade em suas almas e corações, que querem ser musicistas, que querem ser engenheiras, produtoras e querem fazer parte da indústria no nível executivo…Elas precisam se impor porque acho que elas seriam bem-vindas.

Após P!nk, Katy Perry e outras cantoras criticarem Portnow, o presidente emitiu uma nota afirmando que sua declaração foi tirada do contexto (via Entertainment Weekly).

“No domingo fui perguntado sobre a falta de representação feminina em certas categorias do Grammy. Lamentavelmente, usei as palavras ‘se impor’ que, tiradas do contexto, não refletem minhas crenças e o argumento que eu queria fazer. Nossa indústria deve reconhecer que as mulheres que sonham com carreiras musicais encaram barreiras que os homens nunca encararam. Nós precisamos trabalhar ativamente para eliminar essas barreiras e encorajar as mulheres a viver seus sonhos e expressar sua paixão e criatividade por meio da música. Devemos acolhê-las, mentorá-las e empoderá-las. Nossa comunidade será mais rica assim. Lamento não ter sido tão articulado quanto deveria ao transmitir esse pensamento. Continuo dedicado a fazer tudo que puder para tornar nossa comunidade musical melhor, mais segura e mais representativa para todos.”

Comentários

Topo