Menu Papel POP

Dado Dolabella responde Luana Piovani e deleta em seguida: “Então, pra que vingança?”

Semana passada, Luana Piovani se posicionou sobre o caso de assédio sexual envolvendo José Mayer. No Youtube, a atriz fez um vídeo comentando casos de violência contra a mulher.

Dentre eles, ela contou que Dado Dolabella, que foi seu namorado, a agrediu em 2008 e ainda assim foi o ganhador do reality show “A Fazenda”, eleito por voto popular. Além dela, ele também violentou a camareira da atriz.

Na época, ele foi processado e hoje cumpre pena assistindo a palestras socioeducativas sobre violência doméstica em um fórum no Rio de Janeiro.

Nesta quarta-feira (12), Dolabella retrucou Luana no Instagram, mas apagou a declaração logo em seguida. Ainda assim, sua publicação foi printada pelo site Extra.

“Uma das lições mais importantes da vida é aprender a não revidar. Não é porque alguém te feriu que você precisa ferir de volta. A lei do retorno existe… Mas ela não diz que você tem que fazer justiça com as próprias mãos. Ninguém é integralmente feliz causando a infelicidade alheia. O universo dá, mas ele também sabe cobrar. E cobra com juros e correção monetária. Então, pra que vingança? Seja feliz. Deixe que cada um acerte suas contas com o destino. Cuide só da sua história.” (A.D.) Segue o baile”

dado3333

O ator ainda foi retrucado em um comentário: “É fácil falar quando o agressor foi você!”. Dado respondeu: “Agora ficar revivendo isso a cada instante… Sem enxergar a evolução é não acreditar na própria luta”.

dado2

No vídeo que citamos acima, Luana Piovanni desabafada sobre o machismo, a violência contra a mulher e como muitas vezes a sociedade passa pano para essas situações.

“Dado Dolabella enfiou a mão na minha cara, eu fui para o mundo contar e seis meses depois ele ganhou R$ 2 milhões em ‘A Fazenda’, votados pelo telefone. Pelas pessoas. Então o que eu quero dizer é o seguinte: Nós escolhemos essas pessoas, essa realidade. Porque as pessoas se calam, não falam, ou falam e fingem que não escutaram, e com poucas falando, quando uma dessas morre, ficam tampando como se tudo estivesse bem. Assédio, essas histórias machistas e misóginas, é o que a gente mais tem. A gente precisa quebrar o silêncio, tomar as rédeas das nossas vidas pelas mãos em todas as empresas, em todos os lugares. Vocês imaginam como eu me senti quando Dado Dolabella ganhou R$ 2 milhões seis meses depois de ter enfiado a mão na minha cara?”

Além de Dado, o ator Kadu Moliterno e o jogador de futebol Garrincha são citados por Luana. Todos abusaram e assediaram sexualmente suas mulheres, mas a vida continuou ótima para eles.

Confira no vídeo abaixo:

Na segunda-feira (10), Luana voltou a falar do caso do ex-namorado no canal de Youtube. Ela foi questionada por um internauta se tinha agredida mesmo.

“Ele me agrediu, sim, fisicamente. Tanto que ele foi processado. Só que na Ismê (de Souza, a camareira, de 70 anos), a agressão dela foi considerada grave. Ela ficou com os dois antebraços engessados. No meu caso, foi uma bifa gigante na fuça mesmo, na cara. E me machucou os braços, porque me apertou. Mas eu não deixei de trabalhar. Só fiquei usando um casaquinho para conter a vergonha dos braços. O tapa não machucou. A minha foi uma agressão considerada leve, a da Ismê foi grave”

Ainda hoje (12), contamos aqui no PP que Kadu Moliterno está processando Luana Piovani depois da atriz citá-lo como exemplo de agressor.

Comentários

Topo