Menu Papel POP

“Lefou sempre foi gay”, diz dublador que trabalhou no “A Bela e Fera” original

MAIS SOBRE:

Desde quando o mundo descobriu que o live-action de “A Bela e a Fera” terá a primeira cena exclusivamente gay da história da Disney, foi um bafafá só. Enquanto muita gente comemorou, outras pessoas até boicotaram o filme, como alguns cinemas que não irão exibí-lo.

Mas para Bradley Pierce, o dublador do Zip na versão original de “A Bela e a Fera”, toda essa polêmica é uma bobagem. E por um motivo simples: Lefou, o braço direito do Gaston, sempre foi gay. Desde o começo!

“Eu acho que o Lefou, personagem que agora é oficialmente gay, sempre foi gay”, comentou Pierce ao TMZ. “A única coisa que faz ele parecer hétero é quando ele fica impressionado com as trigêmeas (as Bimbettes). De resto… Lefou sempre foi o braço direito gay do Gaston!”

 

O dublador ainda deixou claro que as pessoas podem fazer o que quiserem, inclusive boicotar o filme, porque o sucesso é garantido. E ele tá mentindo, gente?

“As pessoas podem fazer o que quiserem, inclusive fechar suas mentes. A mágica continua lá, as pessoas ainda verão o filme”, disse ele, fazendo uma provocação das boas ao homofóbicos que não gostaram da ‘novidade’.

“As pessoas pensam ‘ow, eles colocaram um personagem gay no meu filme favorito, que é sobre uma mulher que se apaixona por um búfalo’. Sério, cara? SÉRIO?

Tá bom, homofóbicos? Apenas aceitem que o mundo é gaaay! hahahah Pra quem tá curioso, “A Bela e a Fera” estreia no Brasil em 16 de março.

 

Comentários

Topo