Menu Papel POP

Kesha revela que tentou se matar após críticas de Dr. Luke em relação ao seu corpo

MAIS SOBRE:

A Kesha concedeu uma entrevista à New York Times Magazine, na qual revelou ter passado por situações bem tensas durante o tempo que trabalhou com Dr. Luke.

*Dr. Luke não poderá divulgar registros médicos de Kesha, determina juíza

*Dr. Luke abre processo contra a mãe da Kesha por difamação

“Eu estava sob uma imensa pressão para passar fome. Eu até tentei e quase me matei durante o período”, contou a cantora. Ela falou que quando começou a turnê de seu primeiro álbum, “Animal”, o produtor se tornou verbalmente abusivo contra ela, criticava seu peso na frente de outras pessoas e chegou a chamá-la de “geladeira gorda”.

A situação levou Kesha a desenvolver problemas alimentares e, em 2014, ela se internou numa clínica de reabilitação.

Em outubro de 2014 ela iniciou um processo contra Dr. Luke, alegando que ele a abusou sexualmente, fisicamente, verbalmente e emocionalmente durante uma década. Ele nega as acusações e a processou por quebra de contrato e difamação.

Ela afirmou que estava determinada a se redefinir depois do tratamento e até removeu o sinal do cifrão ($) de seu nome. “Eu estava recuperando minha força, recuperando minha voz, reconquistando meu poder e minha voz. Eu estou apenas recuperando a minha vida”, disse.

Assim que a matéria foi publicada, Kesha foi ao seu Instagram expressar seus sentimentos numa mensagem emocionante.

“Não há nada mais difícil do que sonhar e trabalhar e lutar por algo a sua vida inteira, desde que você tinha três anos, desde que você começou a falar. Então você FINALMENTE alcança o objetivo. Daí aparece alguém que tira isso tudo de você. Meu coração tem um buraco enorme e está literalmente doendo e latejando de tristeza e derrota. Imagine alguém ser o dono da sua voz… e não deixar você cantar. Toda a minha vida eu lidei com tudo cantando. E o meu direito me foi tirado.”

Esperamos que a Kesha reconquiste sua liberdade o quanto antes!

Comentários

Topo