Menu Papel POP

Azealia Banks escreve carta aberta se desculpando a Zayn Malik: “Eu errei”

Azealia Banks publicou hoje (21/10) uma carta aberta se desculpando a Zayn Malik pelos xingamentos homofóbico e xenofóbico que ela fez contra o cantor, há cinco meses, em seu Twitter.

“Não há palavras que descrevam o quanto eu devo desculpas”, escreveu a rapper. Ela cita que os últimos eventos que passou (provavelmente referenciando a agressão que alega ter sofrido de Russell Crowe), a ensinou a se tornar mais responsável por suas ações. Ela ainda se desculpa a todas as pessoas que já ofendeu.

*Azealia Banks acusa Zayn de copiá-la e faz xingamentos homofóbicos e racistas

*Azealia Banks diz ter provas contra Russell Crowe

*Azealia Banks teria ameaçado Russell Crowe e convidados de morte antes de ser expulsa de jantar

Em maio, quando Zayn lançou o clipe para a música “Like I Would”, Azealia postou uma imagem em sua conta o acusando de copiar a estética do seu vídeo de “Yung Rapunxel”. Zayn publicou um tweet algum tempo depois, que a rapper pensou ser direcionado a ela e começou a série de ofensas.

Em uma das postagens, ela escreveu “Risos, Zayn Malik é um ‘veado (faggot)’”. Já em outro tweet, ela menosprezou a origem paquistanesa da família de Zayn: “ainda não muda o fato de que sua mãe é uma refugiada suja que não terá asilo garantido”. Após várias denúncias, sua conta chegou a ser suspensa.

Arrependia de seu comportamento, ela escreveu um texto se desculpando por seu comportamento. Leia na íntegra:

“Querido Zayn,

 

Não há palavras que descrevam o quanto eu devo desculpas. Os últimos acontecimentos me ensinaram a importância de assumir responsabilidade pelas próprias ações. Quero e preciso dizer desculpas, eu errei.

 

Pelo twitter, eu te parabenizei por deixar o One Direction e seguir o seu próprio caminho. Vários artistas vendem a alma para esta indústria e sacrificam a própria felicidade por uma carreira; fazer o contrário exige coragem, força, bons princípios e uma ótima noção de valor próprio. Te aplaudo por isso.

 

Depois dos meus tweets, você postou algo completamente não relacionado a mim e eu interpretei erroneamente como um ataque pessoal. Isso me fez perder os sentidos e eu comecei um ataque estúpido e inaceitável; mas tudo tem um lado positivo e o que aconteceu me ensinou que nem tudo é sobre mim e nem tudo é direcionado para mim. Obrigada por me ensinar isso, é uma lição que eu precisava muito aprender.

 

Como uma mulher negra nos Estados Unidos, às vezes eu esqueço que há palavras e comentários que machucam outras comunidades. Às vezes, estou tão focada na minha própria batalha, na luta da minha raça, que esqueço de considerar as dificuldades que as outras minorias continuam tendo.

 

Fazer parte de uma etnia que é fortemente discriminada não justifica o uso de palavras desrespeitosas ou abusivas, e nem me dá o direito de fazer comentários ofensivos. Peço desculpas não só a você, Zayn, mas a todos que eu machuquei e ofendi. Não sou cruel, muito menos desumana ou vingativa. Há muito amor no meu coração e bondade na minha alma. O que eu fiz foi errado e estou comprometida a me tornar uma pessoa melhor.

Zayn, eu te acho extremamente talentoso e “Pillowtalk” é uma música incrível. Te desejo sucesso, amor e felicidade em todos os seus esforços pessoais e profissionais. Mesmo com todas as minhas ofensas, você se manteve um cavalheiro e te aplaudo por mostrar classe e manter o nível. O mundo pode aprender muito com você e espero encontrar espaço no seu coração para as minhas sinceras desculpas.

 

Com os melhores cumprimentos,
Azealia Banks” (Tradução: Azelia Banks Brasil)

Esperamos que seja um recomeço para Azealia!

Comentários

Topo