Menu Papel POP

Dr. Luke abre processo contra a mãe da Kesha por difamação

MAIS SOBRE:

Parece que a carreira da Kesha ainda vai levar um tempo para voltar aos trilhos. Isso porque o produtor Dr. Luke abriu um segundo processo contra a mãe da cantora, Pepe Sebert, a acusando de difamação.

A equipe do produtor alega que Pepe continua usando suas redes sociais para difamá-lo publicamente. Além disso, eles citam no processo uma entrevista dada por Pepe à revista americana Billboard, em março deste ano.

O tweet em que Pepe escreve que Dr. Luke esturpou Kesha aos 18 anos também foi anexado ao processo.

“Kesha não pode lançar música legalmente a não ser que ela faça tudo sob o controle de um homem que a estuprou aos 18 anos.”

“Mesmo após nós termos a processado [em 2014], ela continuou fazendo declarações ultrajantes, falsas e difamatórias contra o Dr. Luke em sua enorme campanha para o prejudicar e manchar seu nome”, disse Christine Lepera, advogada de Dr. Luke, à People.

Kesha e Dr. Luke enfrentam uma batalha judicial desde 2014, quando a cantora iniciou um processo para finalizar o contrato que a proíbe de lançar material sem o produtor, o acusando de estupro e de a abusar fisicamente, emocionalmente e verbalmente.

A advogada de Pepe, que também representa Kesha, disse ao site Pitchfork que a ação de Luke é uma tentativa de impedir o julgamento. “É a segunda vez que Dr. Luke processa uma mãe por apoiar e acreditar em sua filha sobre ter sido estuprada. É também uma tentativa transparente para adiar o julgamento dessas questões.”, contou.

 

Sem lançar músicas novas desde 2012, Kesha iniciou neste ano uma nova turnê, chamada “Kesha and the Creepies”.

 

 

Comentários

Topo