Menu Papel POP

Atriz de “OITNB” fala da relação entre tragédia da série e violência contra negros nos EUA

ATENÇÃO! O post a seguir contém spoilers sobre a quarta temporada de “Orange is the New Black”. 

Depois de um início de muita comédia, a quarta temporada de “Orange Is The New Black” chegou ao fim com uma grande tragédia envolvendo a personagem Poussey, interpretada por Samira Wiley.

No episódio 12, Poussey foi sufocada até a morte por um policial num incidente envolvendo a Crazy Eyes (Uzo Aduba). A cena remeteu a um caso semelhante que aconteceu de verdade num presídio masculino dos EUA no ano passado, como a gente já havia comentado aqui.

Com novos casos de violência policial e assassinatos da comunidade negra dos EUA nas últimas semanas, a atriz Samira Wiley resolveu falar com a revista People sobre a ligação do que aconteceu com Poussey na série e o movimento negro “Black Lives Matter”.

“Eu acho que quando nós contamos essa história nós estávamos querendo que fosse algo do passado e que refletisse isso. Agora surgiram novas histórias após nos termos filmado e isso é abismal”.

Ainda à People, Samira falou ainda da importância do movimento “Black Lives Matter”, que em uma tradução livre significa que “as vidas dos negros importam”, e que, infelizmente, ele não deixará de existir porque a violência contra os negros parece não ter fim.

“Eu acho que o movimento vai ser sempre relevante, e infelizmente ele será.”

Recentemente, artistas como Jay-Z, Beyonce e Ariana Grande usaram suas plataformas para expressar apoio ao movimento e lamentar a morte de negros vítimas da violência policial nos EUA.

Comentários

Topo