Menu Papel POP

Dr. Luke volta atrás e permite apresentação de Kesha no Billboard Music Awards

Parece que, no final das contas, a cantora Kesha vai sim se apresentar na premiação Billboard Music Awards, que acontece neste domingo (22) em Las Vegas.

Há alguns dias, surgiram notícias na internet de que Kesha iria se apresentar na premiação e faria por lá uma menção direta ao processo judicial envolvendo o produtor Dr. Luke. Após isso, esta semana, a sua gravadora, a Kemosabe Records, de propriedade de Dr. Luke, cancelou a apresentação.

Mas agora parece que o produtor voltou atrás e resolveu permitir a presença de Kesha como uma das atrações musicais da premiação, de acordo com o Hollywood Reporter.

Em comunicado para a imprensa, a Kemosabe Records admitiu que havia sim suspendido a apresentação de Kesha por temer que ela fizesse menção ao nome de Dr. Luke por lá. A permissão só voltou a ser concedida depois de todos se certificarem de que a cantora não falaria do processo judicial por lá.

“A apresentação de Kesha no Billboard Music Awards sempre esteve aprovada, em boa fé. A aprovação só foi suspensa quando a Kemosabe soube que Kesha usaria a apresentação como uma plataforma para falar da sua disputa judicial. Agora que a Kemosabe obteve algumas garantias de Kesha, seus representantes e a Dick Clark Productions, em que está confiando, de que nem a cantora ou seus apoiadores irão usar a apresentação como uma plataforma, a aprovação foi restaurada.”

Segundo a própria Kesha, através de postagem no Instagram, ela nunca planejou fazer qualquer menção a Dr. Luke na premiação e, na verdade, faria por lá um tributo a Bob Dylan. “Eu só queria deixar bastante claro que essa apresentação seria eu homenageando um dos meus compositores favoritos de todos os tempo e não teria nada a ver com Dr. Luke”, escreveu no começo da semana.

Na noite de quarta-feira (18), Kesha apareceu de surpresa no show do amigo Ben Folds fazendo a apresentação que seria, ou melhor, que agora será feita no Billboard Music Awards, um cover de “It Ain’t Me, Babe”, do Bob Dylan.

 

Comentários

Topo