Menu Papel POP

MC Bin Laden tá tranquilo, tá favorável! É o anti-herói que o Brasil precisava!

MAIS SOBRE:

Anti-herói é aquele que não possui as tradicionais qualidades de um herói padrão. Em vez de ter um conjunto de músculos, sorriso criado com resina e clareamento e cabelo vistoso, esse personagem é mais humano. Você consegue enxergar os “erros” logo de cara. Ele chama atenção pela fácil assimilação com gente de verdade.

MC Bin Laden é um anti-herói no mercado da música, num cenário onde os cantores esbanjam tanques e visual impecável, ter este rapaz da Zona Leste de SP no meio de tudo isso é um respiro no padrão enlatado do mercado que consumimos dia-a-dia.

O carnaval de 2016 foi marcado pelo estrondoso hit da Banda Vingadora, “Paredão Metralhadora”, aquelas meninas que comandam e vão no tra.

Porém, correndo por fora, a festa da carne também teve outra música que animou os foliões e não tem sequer batuque de axé: “Tá Tranquilo, Tá Favorável”. A cantiga é do MC Bin Laden, figura carimbada na cena paulistana de funk.

Não existe uma fórmula para o sucesso, mas ambas músicas apresentam um refrão chiclete e uma coreografia marcante. Em entrevistas, Tays Reis, líder da Banda Vingadora, contou que eles investiram quase 200 mil reais no clipe inspirado no filme “Mad Max”.

O que o MC Bin Laden gastou com o clipe dele?

“Enchemos o tanque do carro de gasolina, compramos duas garrafas de champanhe e uma lâmina para barbear”, contou Bin Laden num papo que tive com ele por WhatsApp.

O motivo da compra da lâmina foi para cortar o cabelo assim como o Ronaldo Fenômeno fez na Final da Copa do Mundo de 2002. Ah! E também para raspar uma das axilas.

O funkeiro não se acostumou com as proporções que o clipe está ganhando.

“Eu tinha vergonha de andar sem camiseta, mas, depois deste clipe, não tenho mais. Já tinha lançado a música e queria fazer um clipe para ela. Falamos com o nosso empresário como queríamos o vídeo e fomos para Maresias. Gravamos em duas horas. Não tivemos roteiro, fomos nós mesmos. Somos assim o tempo inteiro. Conquistamos o público brasileiro com a nossa barriga”, explicou o músico que tem cerca de 120 kg.

Para quem acha que este hit iria morrer na praia após o Carnaval, foi surpreendido com o clipe de Lucas Lucco com o MC, lançado no último domingo.

A nova roupagem de ‘Tá Tranquilo, Tá Favorável’ ganhou sanfona e batida de violão. O vídeo tem um batalhão de modelos dentro de um iate e substituiu o Chandon por um champanhe de grife. Ali temos o herói e o anti-herói dividindo o mesmo espaço.

mc-bin-laden-tranquilo-favoravel-papelpop2

Além de cair no gosto popular, o sinal do hang loose (nada mais que o dedo polegar e o mindinho em riste) foi parar nas mãos de jogadores de futebol ao comemorar gol, apresentadores de TV e celebridades.

Tudo isso lembra o roteiro do que aconteceu com a música “Ai Se Eu te Pego”, do cantor Michel Teló. Há cinco anos, a faixa ganhou versões em outras idiomas e fez Cristiano Ronaldo, Robinho e Guardiola soltarem o quadril. “A minha reação ao ver o Neymar dançando foi quase desmaiar, fiquei sem entender. A maior felicidade do mundo é ver onde a sua música pode chegar”, disse MC Bin Laden.

Agora que é uma figura pop, Bin Laden se concentra em ouvir músicas fora do seu habitat para compor os seus novos sons. Suas playlistas vão de James Brown a Bezerra da Silva, mas ele também tem espaço para nomes que estão em voga.

“Quando dá vontade de dar uma barrigada, eu ouço Baby. Brincadeira, eu curto Justin Bieber, ele tem músicas boas. Faz boas parcerias. Katy Perry eu não ouço”, falou.

Por essas e outras entendemos que Mc Bin Laden é o anti-herói que muitos precisavam e o vilão para o recalque.


 

brunno-constante-colunista-papelpop
O jornalista paulistano, produtor musical e marketeiro Brunno Constante analisa, pondera, escreve e traz novidades sobre música no Papelpop todas as terças-feiras.

Fita Cassete é o alterego de Brunno quando ele fala sobre o assunto.

Quer falar com ele? Twitter: @brunno.

Comentários

Topo