Menu Papel POP

Adele diz que não deu permissão para que suas músicas fossem usadas em campanhas eleitorais

MAIS SOBRE:

A cantora britânica Adele não gostou nenhum pouco de saber que o pré-candidato à presidência dos EUA pelo Partido Republicano, Donald Trump, estava usando suas músicas em campanhas eleitorais.

Nos últimos meses, Trump, conhecido por suas opiniões extremamente conservadoras, vem usando canções como “Roling In The Deep” e “Skyfall” – sem a permissão da cantora.

Em reportagem do britânico Independent divulgada hoje (1º), a equipe da cantora mandou um recado e deixou bem claro que ela não apoia o uso das suas músicas para fins eleitorais.

“Adele não deu permissão para que suas músicas sejam usadas em qualquer campanha política”, é o que diz exatamente o comunicado da equipe da cantora.

A reportagem ainda afirma que outros políticos nos EUA também vêm usando músicas da britânica, que é conhecida por não se envolver muito em embates políticos.

Além de músicas da Adele, Trump chegou a usar também faixas de bandas como Aerosmith e R.E.M., cujos vocalistas divulgaram cartas abertas proibindo o uso de suas músicas pelo político – além de deixarem claro que repudiam fortemente as opiniões conservadoras e, por vezes, preconceituosas do pré-candidato.

 

Comentários

Topo