Menu Papel POP

Foi bem difícil ver “The Normal Heart”, filme da HBO sobre a epidemia da Aids

Estreia hoje na HBO o filme que me fez ficar com o coração apertado ao sair do cinema (vimos numa sessão exclusiva e única para a imprensa). Como foi triste e difícil ver “The Normal Heart”, o mais novo filme da HBO com direção de Ryan Murphy (“Comer Rezar Amar” e “Glee”) que estreia hoje, às 22h, no canal pago.

A produção é uma adaptação de Larry Kramer da peça de mesmo nome que ele escreveu para a Broadway e que conta a história de um grupo de ativistas gays em Nova York que começa a lutar, no começo dos anos 80, por políticas de saúde pública e atenção do governo para a epidemia da Aids e do vírus HIV.

thenormalheart2 thenormalheart3

O protagonista do filme é o Mark Ruffalo, numa atuação excelente, surpreendente e bem convincente na pele de um escritor indignado que faz um inferno para ganhar a atenção do governo e da mídia para a doença.

Ao seu lado, está o namorado Matt Bomer, que interpreta um jornalista do New York Times. Prepare-se para ver o lindo do Matt numa das cenas mais sexy e bonitas que ele já fez no cinema e na TV.

tumblr_n66tk0hA571st09qzo7_r1_400 thenormalheart7

Aliás, acho difícil ter visto algum filme ou seriado que tenha explorado tão bem a beleza fora do normal de Matt. Isso sem citar as cenas de nudez, que também nunca vi coisa parecida na trajetória do ator. Fãs irão pirar.

thenormalheart9 thenormalheart10

Aliás, o elenco de “The Normal Heart” é absurdamente perfeito. Além desses dois lindos, também tem o Taylor Kitsch fazendo um gay perfeitinho, lindo, loiro, sarado e “másculo” que acaba virando a “cara” ativista da causa.

thenormalheart

A grande surpresa (e humor) do filme é o personagem do ótimo Jim Parsons (“The Big Bang Theory”). Ele faz Tommy Boatwright, um ativista gay cheio de ironia que, apesar de ficar jogando “shade” nos amigos, é um cara atencioso, carinhoso e querido. Aliás, Jim sabe muito bem fazer esse papel porque já o interpretou na Broadway em 2011.

Já a cereja em cima desse bolo gay perfeito de “The Normal Heart” está a médica interpretada por Julia Roberts, uma das primeiras estudiosas e profissionais a tratar as vítimas do HIV quando a doença começou a surgir. Você nunca viu Julia Roberts num papel como este e numa atuação tão dramática quanto esta.

normalheart

Ryan Muprhy, o diretor, com os atores Mark Ruffalo e Julia Roberts

Por que saí com o coração apertado e por que foi bem difícil ver “The Normal Heart”? Porque é triste, porque dói, porque é inacreditável que tanta gente sofreu e morreu totalmente desamparada, com medo e sem ajuda alguma com o vírus da Aids.

E também por ter visto isso acontecer quando eu era muito criança, nos anos 80, e ficar muito assustado vendo pessoas sofrendo, amigos de parentes mais velhos que morriam do nada e deixavam tanta dor em quem ficava.

“The Normal Heart” é de cortar o coração do começo ao fim.

thenormalheart5

E, olha, não é bonitinho ver Matt Bomer sendo namoradinho do Mark Ruffalo como a internet adora celebrar com GIFs.

Essas pessoas não devem ter visto “The Normal Heart”, né? Porque é triste pra caramba.

thenormalheart4

Comentários

Topo