Menu Papel POP

Após proibir casamento gay da Batwoman, editor da DC diz que nenhum herói deve casar

MAIS SOBRE:

Na semana passada, a DC Comics se viu envolvida em uma polêmica, após editores proibirem que a heroína Batwoman se casasse com a sua noiva, a policial Maggie Sawyer.

Depois dessa proibição, os dois roteiristas do gibi, J.H. Williams III e W. Haden Blackman, se demitiram, alegando diferenças criativas e editoriais:

“Infelizmente, nos últimos meses, a DC nos pediu para alterar ou descartar completamente muitas histórias de uma forma que comprometeríamos a personagem e da série. Fomos forçados a alterar drasticamente o final do nosso arco atual, que teria definido o futuro heroico de Batwoman em novas formas ousadas, e proibidos de mostrar Kate e Maggie se casando. Todas estas decisões editoriais vieram no último minuto, depois de um ano ou mais de planejamento do nosso lado. Nós sempre entendemos que a personagem pertence à DC. Mas porque eles nos impedem de contar as melhores histórias que pudermos, nós decidimos deixar a publicação”, escreveram os roteiristas em um comunicado.

Com a polêmica no ar, o editor Dan Didio conversou com o The Hollywood Reporter e contou que não é contra o casamento gay, e que apenas considera que nenhum herói deve se casar.

“Os heróis estão empenhados em defender outros, sacrificando suas vidas pessoas. Isso é algo que reforçamos. Se você olhar para cada um dos personagens da família Batman, a vida pessoal deles é uma merda. Tim Drake (Robin vermelho), Barbara Gordon (Batgirl), e Kathy Kane (Batwoman), é maravilhoso que eles tentam estabelecer vidas pessoais, mas também é importante que eles coloquem isso de lado, pois o papel de herói vem antes de tudo. Essa é a nosso ordem, a nossa linha editorial, a nossa posição com nossos personagens”, explicou.

Resumindo a história, Didio acha que os personagens tem que permanecer solteiros, porque salvar o mundo e ainda cuidar da casa é muito serviço para um herói só.

A gente sabe que os pares românticos dos heróis sempre são os mais visados pelos vilões. Os casamentos do Flash e do Homem-Aranha, com suas respectivas namoradas, já foram destruídos pelos seus inimigos, por exemplo. Mas o editor também se esqueceu que muitos há personagens que ficaram anos casados, como Super-Homem e Lois Lane, da própria DC. A editora também anunciou o casamento gay do Lanterna Verde no ano passado.

Será que Batwoman vai ser obrigada a passar o resto da vida longe da sua amada?

Comentários

Topo