Menu Papel POP

Selena Gomez fala com o Papelpop sobre novo CD, cinema, vinda ao Brasil e até maconha!

MAIS SOBRE:

(Foto: Divulgação)
selena-gomez-papelpop

Selena Gomez recebeu o Papelpop nos estúdios da Disney, na Califórnia (EUA), para falar do novo CD, do futuro como atriz no cinema, sobre a passagem da nova turnê pelo Brasil e até maconha!

Vestindo um shortinho preto e uma blusa super pink, Sel aguardava nossa entrada enquanto retocava a maquiagem sentada com os pés descalços. O motivo? Ela tinha dançado muito na noite anterior ao apresentar o sucesso “Come and Get it”, pela primeira vez, na televisão norte-americana, no programa “Dancing with the Stars”.

Os pés precisavam respirar, mas nós dissemos que, com ou sem chulé, falaríamos com ela.

PP : “Come and get it” tem energia, é pra cima! Assim como muitas outras músicas do novo CD, “Stars Dance…
SG: Com certeza! Essa música é uma boa amostra de CD como um todo. Eu queria que “Stars Dance” fosse algo extremamente divertido e ao mesmo tempo diferente de tudo que eu já tinha feito antes. Gosto de manter minha identidade pop eletrônica dançante nos álbuns. É o gênero que eu mais gosto!

PP: Aliás, você ama dançar, né? Nós vimos as coreografias que você faz com suas amigas e joga no Youtube.
SG: Sim! (risos). Eu comecei a dançar com as minhas amigas porque, sinceramente, eu amo a dança! Amo ficar com as minhas amigas em casa e fazer coisas bobas. E como eu não sou uma pessoa de fazer muito exercício, esse é um jeito divertido de poder malhar – e daí resolvi incorporar isso nas minhas músicas!

Leia a entrevista da Selena Gomez na íntegra

PP: Fale um pouco sobre “Stars Dance”. Como foi a seleção das músicas?
SG: O álbum é o mais divertido que já fiz. Cada música tem uma pegada diferente e interessante. Uma é super pop, outra é mais urbana, outra tem um ritmo meio tropical… Então é bem divertido, eu brinco bastante com os ritmos.

PP: Você começa a fazer a sua turnê logo mais. Tem planos para a América Latina, Brasil?
SG: Claro! Sinto falta de ir pra lá! Já estive lá antes e foi incrível! Os fãs são super apaixonados, animados e divertidos, então espero voltar!

PP: E o Brasil?
SG: Oh yes! Um dos meus países favoritos, com certeza!

PP: Ah, Selena, você deve falar isso para todos os países. Somos o seu favorito mesmo? (risos)
SG: Um dos meus favoritos, claro! Nossa, é tudo muito lindo [no Brasil]! E me marcou bastante porque foi um dos primeiros lugares que eu me apresentei na vida… E os fãs são ótimos. Aliás, eles demonstram tanto carinho pela internet! É muito legal!

Encarte do novo álbum de Selena Gomez, “Stars Dance”, de 2013

PP: Você já se envolveu em diferentes áreas: música, cinema, moda ao lançar uma linha de roupas… Qual delas você mais gosta e o que mais você pensa em fazer?
SG: Hmmmm, eu não sei. É difícil dizer. Eu amo o que eu faço e nunca me colocaria num caminho onde estaria fazendo algo que não fosse orgânico, com muita paixão.

PP: Mas teu coração bate mais forte por alguma dessas coisas?
SG: São sensações diferentes! Quando você faz um filme, você se transforma em um personagem por três meses e depois nâo vê mais. Com música é mais ou menos a mesma coisa. Você tem que fazer uma performance. A diferença é que quando o filme é lançado, não temos que ir assití-lo, enquanto que no palco as pessoas te veem na hora! Então dá mais nervosismo fazer música… Mas ao mesmo tempo é um processo bem diferente de fazer cinema.

PP: Você sonha em fazer uma parceria ou um dueto com alguém na música?
SG: Tem várias pessoas que eu admiro e respeito nesse meio. Eu amo a Taylor (Swift), ela é incrível! Tem a Katy (Perry) também, ela tem sua identidade própria… Ela apareceu no cenário musical e trouxe seu próprio estilo. Eu respeito isso.

(Foto: Divulgação)

PP: Vamos falar de “Spring Breakers”, que está chegando no Brasil em DVD! O filme teve uma grande repercussão por ser um filme divertido, mas também bastante sexual e violento. Quem te apresentou o projeto e te guiou nesse novo caminho profissional?
SG: Bom, primeiramente, eu não faço nada que eu não queira. Eu sou uma atriz, gosto de fazer performances, de entreter, essa é a minha paixão! Eu fiz parte de um programa (“Wizards of Waverly Place”, do canal Disney) e de um canal incrível e sou muito orgulhosa, foi uma experiência maravilhosa! E se você não está crescendo, precisa sair da sua zona de conforto. Eu queria fazer um filme que realmente me desafiasse e queria uma oporunidade de trabalhar com alguém como o Harmony (Korine, diretor de Spring Breakers), que é um artista e tem uma visão meio maluca! E, é claro, trabalhar com uma pessoa como o James Franco, que obviamente é fantástico! Eu lia o roteiro do filme e pensava “Esse é o James? Ele que vai fazer esse persongem? Que coisa mais louca!”, e ele fez um trabalho espetacular! Então na minha opinião, essa foi uma das melhores decisões que eu tomei na vida! Foi uma aula.

PP: E a cena da maconha? Eu ouvi dizer que “alguém” teve que aprender a segurar um baseado…
SG: (Risos) Não… acho que foi mais uma piada com o Harmony durante uma cena. A gente estava gravando uma externa e eu não tinha ideia do que eu deveria fazer. E ele disse que foi ótimo porque acabou adicionando personalidade ao personagem. Foi essa a história que rolou…

PP: Qual foi a coisa mais maluca que você já fez nesse estilo de “Spring Breakers”?
SG: Spring break é uma tradição americana mas não é tão maluco como a gente mostrou no filme! É uma oportunidade para as pessoas se divertirem e se jogarem um pouco! Então qualquer coisa que eles quiserem fazer, eles fazem!

PP: Depois do polêmico filme “Spring Breakers”, vamos ver você de novo nas telas em breve?
SG: Claro, eu tenho dois filmes que serão lançados em breve. Talvez esse ano ainda. E foram projetos superdivertidos! Em um deles eu interpreto uma menina meio machona, que sabe tudo sobre carros … E eu não entendo NADA sobre carros!
(O título em inglês é “Getaway”, que também tem Ethan Hawke e Jon Voight, pai da Angelina Jolie!, no elenco)

PP: E como foi fazer esse papel que é tão diferente de você?
SG: Foi ótimo!

PP: Você aprendeu bastante coisa?
SG:
Oh yeah, muito! Envolvia muita coisa de computador… Era confuso ter que aprender as diferentes técnicas de como conectar a tecnologia do computador em um carro ou numa câmera, etc. Foi emocionante ter que aprender essas coisas de ciência… ainda mais eu, que mal sei mexer no meu telefone! [Ela estava com o celular ao lado dela o tempo todo – com uma capinha de purpurina dourada, que combinava com a unha!]. Então foi bem desafiador!

A entrevista termina e Selena, mega fofa, agradece o Papelpop. Saimos de lá morrendo de vontade de comentar sobre de Justin Bieber, mas o assunto foi proibido pela assessoria dela. Obviamente, queríamos gravar toda essa entrevista e fazer um vídeo para vocês, mas não era permitido naquela situação.

Mas saímos de lá com esse presentinho pra vocês. Algum(a) fã da Selena (e do PP) quer? :D

* Entrevista: @Luflorence, de Los Angeles (EUA).

Comentários

Topo