Menu Papel POP

The Killers domina completamente o 1º dia do Lolla 2013

Quem foi ao primeiro dia de Lollapalooza 2013 sabe: nem mesmo o lamaçal que tomou conta do Jockey Club em São Paulo tirou o brilho de Brandon Flowers e o The Killers.

A banda americana simplesmente arrasou e dominou completamente o festival, levando um público de cerca de 50 mil pessoas à loucura. Sem exageros.

Debaixo de uma chuvinha chata que predominou no festival o dia todo, os efeitos de luz, papeis picados, fogos de artifício e o carisma inegualável de um dos melhores e mais simpáticos (pelo menos com o público!) vocalistas do rock atual, The Killers mostrou o motivo de mais de uma década de pleno sucesso.

As partes mais legais? A tentativa bem sucedida de Brandon de falar português (“hoje, nós somos todos seus”, por exemplo) e a interação contínua com o público, que, é claro, respondia na mesma medida com hits como “Somebody Told Me”, “Mr. Brightside”, “Jenny Was a Friend of Mine” e até com músicas que quase ninguém conhece, como “The Way it Was”, faixa que não ainda não foi lançado como single do último CD da banda, o lindo e ótimo “Battleborn”.

Em um Lollapalooza repleto de atrações bacanas e um público lindo de se ver, os caras do Killers foram os reis da noite. Veja a performance completa abaixo:

Quem também apareceu de legal?

O Crystal Castles, que tocou ainda na luz do dia, mostrou que, apesar de poucos CDs lançados (são três ao todo, com alguns EPs), consegue colocar o público para dançar lindamente em um festival.

Os caras do Canadá, encabeçados pela ótima, louca, maluca, sem um parafuso na cabeça (ainda bem! \o/) vocalista Alice Glass, foram sem dúvida um dos pontos altos desse dia mais indie do festival.

O conselho que fica? Se você não viu o CC até hoje, não perca a próxima oportunidade que você tiver. Alice, e seu cabelo roxo, vão certamente te forçar a dançar! Perdeu o show? Dá uma olhada em “Baptism”, ao vivo, e em mais um vídeo da apresentação!

O DJ e produtor canadense Deadmau5 só não levou mais público para frente do seu palco do que o The Killers. Mas a apresentação dele, que é estática, talvez tenha sido a que mais deixou o público de queixo caído.

O motivo? Ok, o cara é fodástico, ponto. Segundo: o show, antes de uma apresentação de música, é uma performance completamente visual, com muita, muita, muita luz sincronizada com a música, um palco incrível com projeções hipnotizantes e um som que envolve até mesmo quem não liga para esse cara com cabeça de mickey.

Se ficou com vontade de ver o show desse cara, que é, sem dúvida, um dos principais artistas da música mundial, dá uma olhada nesse vídeo com o set completo dele.

O Lollapalooza ainda acontece, em São Paulo, neste sábado (30) e domingo (31)! \o/

Comentários

Topo