Menu Papel POP

Jennifer Lopez fez, de longe, o show mais animado e marcante do Pop Music Festival!

A mistura musical do Pop Music Festival, que rolou na noite de sábado, em São Paulo, era a mais variada possível. Tinha para todos os gostos musicais possíveis: o dance alegre, pop e grudento de Jennifer Lopez, o sertanejo popular de Michel Teló, o rock/soul da Kelly Clarkson e até uma loira socialite “atacando de DJ”.

Mas quem fez, de longe, o show mais animado e marcante da noite foi Jennifer Lopez. Se ela cantava ou não em uma música ou outra não vem ao caso.

J-Lo estava lá para entreter, dançar perfeitamente e não deixar ninguém parado. E assim conseguiu.

O show começou como se fosse um número de mágica. Os dançarinos entraram de cartola e bengala, as dançarinas cobertas de plumas. Era Las Vegas? Era um número da Disney? Não. Era Jennifer Lopez trazendo um espetáculo de dança e música pop grudenta que só ela consegue fazer.

Depois de arrancar uma cauda gigante no palco, ela virou de costas para o público e ficou por um tempo mostrando a arma secreta: o bumbum. A galera gritou ‘popozuda’ e insistiu para que a morena sambasse no palco (tudo por causa do comercial de cerveja que passou exaustivamente no Carnaval brasileiro). E J-Lo atendeu. Ficou por um bom tempinho sambando e sensualizando no palco para a alegria de todos.

Entre “Love Don’t Cost a Thing”, “I’m Into You” e “On The Floor”, J.Lo foi trocando de roupa várias vezes. “Quem quer ir comigo até o Bronx?”, perguntou a cantora que andou no palco até chegar em grades montadas no fundo para a música “Jenny From the Block”.

O novo hit da cantora, “Dance Again”, foi um dos momentos altos da apresentação. Foi nesta música que o namorado-dançarino Casper Smart, que só tinha aparecido anteriormente num clipe exibido no telão, apareceu para dançar com a namorada.

E teve a linda e fofa da Kelly Clarkson, o louco do Cobra Starship e muito mais…

Kelly Clarkson foi a mais lindinha, simpática, emocionada e competente cantora da noite

CANTA PRA C*******! É basicamente isso que dá pra comentar com o amigo do lado de um show da Kelly Clarkson. Os aplausos no final de cada música eram os mais empolgados de todos. A galera vibrava com entusiasmo ao reconhecer uma ótima cantora no palco.

A fofa começou o show meio paradona, de jaqueta de couro e uma camiseta do Jacksons 5, mas não demorou muito para se empolgar ao ver todo mundo cantando junto com ela. Kelly ficou tão emocionada com a resposta do público que ficou chorou (oowwnnn). Depois da primeira lágrima, a moça arrancou a jaqueta e fez todo mundo bater palma e pular com “Breakway”.

Teve também um momento-nostalgia coletiva no show com “Because of You”. Vimos o Anhembi inteiro levantando os braços para o ar. Depois de “Stronger”, Kelly deu um corridinha e sumiu no fim do palco. O povo achou que tinha acabado e gritou desesperadamente para ela voltar.

Vendo a empolgação de todo mundo, Kelly voltou mais uma vez emocionada para o palco e tentou entender por que todo mundo estava tão desesperado. “Nossa, eu já canto há 10 anos e nuncao tinha vindo aqui! Merda, foi mal…”, disse a simpática Clarkson. Desculpas aceitas, Kelly, mas não demore muito pra voltar porque a gente amou cada segundo do show. Você percebeu, né?

Cobra Starship e a loucura do Gabe Saporta

Uma das melhores partes da noite foi assistir ao show despretensioso e divertido de Gabe Saporta. O cantor, que é uruguaio, ia falando em português, espanhol e inglês, tudo ao mesmo tempo. Teve até um momento sensual em que ele levantou a camisa, ficou girando o microfone no ar e desceu na plateia para buscar uma bandeira do Brasil.

O Cobra Starship fez a galera delirar com “Good Girls Go Bad” e “You Make Me Feel”. Mais cedo, enquanto o festival rolava, o cantor colocou no Twitter um vídeo dele dançando ‘Ai se eu te pego’, nos bastidores, enquanto Teló cantava. Minutos depois, no palco, ele não aguentou e tocou a música durante o show.

Michel Teló, sábado na balada no festival de música pop

O que dizer da apresentação de Teló? Foi festival de música pop com um pedaço de festa junina! O sertanejo mais pop do mundo atualmente cantou o grande hit “Ai se eu te pego”em português e inglês, fez o pessoal que já tinha chegado dançar animado e resolveu ousar. Colocou um óculos escuro, pegou uma sanfona e avisou: “Solta o som Dj! Eu quero fazer uma balada boa”.

O resultado disso? Ouvimos versões para músicas como “Pa Panamericano” e “I Gotta Feeling” do Black Eyed Peas. Antes de terminar o show, Michel Teló agradeceu o respeito do público por sua apresentação e reconheceu que, no meio de tanta música pop internacional, o som dele podia ser estranho. “Muito obrigado pelo respeito. Sei que esse tipo de show reúne pessoas de várias tribos”, disse o sertanejo pop.

Paris Hilton, uma socialite atacando de DJ? Oi?

Bastante gente já tinha ido embora quando, de repente, surge um vagalume no palco! Era brilho no vestido, no microfone, na bandeira do Brasil, nos fones de ouvido. E de trás de todo aquele glitter surge uma vozinha: “I am so in love with you, São Paulo”. Aaaaaah, é a Paris! Depois de J-Lo, Clarkson, Teló e Cobra Starship, a gente já tinha até esquecido que faltava ela.

Como DJ para encerrar a noite, a loira não parava de se contorcer em cima do palco. Tocou Rihanna, Fun., Gotye, Flo Rida e outros hits pop. Lá atrás, no telão, quando as imagens psicodélicas paravam, a gente via videozinhos da socialite fazendo dancinhas tão estranhas quanto as que aconteciam na nossa frente.

(fotos: Facebook Pop Music Festival por Ronaldo Cooper)

Comentários

Topo