Menu Papel POP

Ke$ha canta pouco, se suja muito e carrega legião de fãs no Rock in Rio!

MAIS SOBRE:

Um show fluorescente, em todos os sentidos. Foi assim que a cantora americana Ke$ha sucedeu a brilhante Janelle Monáe no palco Mundo do Rock in Rio 2011 na noite de quinta-feira.

Com muita luz, várias backing vocals, muito glitter, cabeças de bonecos no chão e um palco sem graça, Ke$ha perambulou pelo palco por pouco mais de uma hora. Para falar a verdade, era difícil distinguir o que era a voz dela, o que era o playback, o que eram as outras cantores no palco…

A impressão é que Ke$ha estava em um mundo paralelo, apesar da legião de fãs que estava ali para vê-la ao vivo. Se no show da Janelle Monáe, em que os diversos elementos no palco somavam à performance e evidenciavam a cantora, as distrações do palco da Ke$ha tiravam o foco dela muito facilmente.

Um ponto bem legal da performance da cantora é que ela fala bastante com o público, mesmo que sendo em inglês e sendo, na maior parte das vezes, coisas sem sentido. E há que dizer, ela é simpática nesse ponto.

Ela agradeceu muito ao público e, principalmente, por dividir o mesmo palco com o mestre Stevie Wonder. Não tinha como ser diferente.

Muitas cores, glitter, sangue de coração falso, falta de fôlego. É tudo parte do show da Ke$ha. E se tem gente que gosta – e gosta muito (diga-se) – ela tá mais que certa de continuar fazendo isso. E se tudo termina com um belo “eu te amo, Brasil”, então vale mais ainda, né?

*Veja mais cliques do show da Ke$ha no Terra.

Comentários

Topo