Menu Papel POP

Gael García Bernal acha preocupante a falta de cineastas latinos nascidos nos EUA; “Eu não conheço nenhum”

MAIS SOBRE:

Gael García Bernal é um grande defensor de representatividade latina no cinema, e disse, que ainda hoje, não consegue nomear latinos nascidos nos EUA que tenham ascendido na indústria. O ator disse ao IndieWire: “Eu adoraria te dar um nome – tipo, sim, esse cara está fazendo ótimas coisas. Mas não. Eu não conheço nenhum.”

Gael, contudo, explicou a diferença entre latinos-americanos (pessoas de origem latina nascidas nos EUA) e os cineastas nascidos em países Latinos (Cuba, Argentina, Guatemala, etc) que tiveram sucesso nos Estados Unidos, como Alfonso Cuarón, Alejandro G. Iñarritu e Guillermo del Toro.

“Eles são do México e estão fazendo produções em todo o mundo. Essa discussão é importante para as pessoas que estão aqui. Há todo um espectro da população que não é mostrado.”

O protagonista de Mozart In The Jungle também comentou que fica feliz em ver a representatividade de filmes de língua espanhola crescendo:

“Eu realmente valorizo o fato de que estas [Youtube, Netflix] são empresas que apostam em filmes espanhóis que serão vistos em todo o mundo. Já estava na hora. Estamos lutando por esses filmes para conquistar um público maior e achamos que eles merecem. Agora, com esse jeito de mostrar, talvez isso aconteça.”

Comentários

Topo