Menu Papel POP

Rita Ora responde críticas ao seu novo single, “Girls”

MAIS SOBRE:

Se na madrugada da sexta-feira saiu a nova música da Rita Ora, “Girls” (com Cardi B, Charli XCX e Bebe Rexha), no resto do dia e parte do sábado surgiram algumas críticas à letra do single, uma “ode” à bissexualidade.

As principais vieram das cantoras Hayley Kiyoko e Kehlani. Hayley, que é lésbica, disse que de certa forma a letra reforça preconceitos contra a comunidade LGBTQ+.

Hoje, Rita Ora resolveu se manifestar. O recado é o seguinte:

“Olá a todo mundo que está lendo isto. ‘Girls’ foi escrita para representar a minha verdade e é uma representação real e fiel de uma experiência que tive na minha vida. Eu tive relacionamentos românticos com homens e mulheres e isso é minha jornada pessoal. Desculpem-me se a forma que me expressei em minha música ofendeu alguém. Eu nunca causaria mal intencionalmente às pessoas LGBTQ+ ou quaisquer outras. Espero que continuar me expressando por meio da minha arte empodere meus fãs a se sentirem orgulhosos de si mesmos assim como eu aprendo sobre quem sou. Eu tenho me esforçado, e sempre me esforçarei, para ajudar a comunidade LGBTQ+ com minha carreira.”

Comentários

Topo