Menu Papel POP

“Tenho a responsabilidade de fazer o melhor para o mundo”, diz Beyoncé sobre Beychella

A performance de Beyoncé no Coachella realizada no sábado passado estava repleta de referências da cultura afro-americana, como por exemplo trechos de “Lilac Wine”, de Nina Simone; o discurso “Who Taught You to Hate Yourself?” de Malcolm X; e uma rápida versão acapella de “Lift Every Voice and Sing”, música considerada como um “hino nacional dos negros”.

Mas Tina Knowles, mãe da cantora, ficou um pouco preocupada com o uso desses elementos no show dentro de um festival com audiência majoritariamente branca. Em seu Instagram, Tina perguntou para a filha se ela tinha certeza do que faria. A resposta de Beyoncé foi super consciente e inspiradora (via NME).

Olha só o texto na íntegra:

“Eu disse a Beyoncé que tinha medo de que o público predominantemente branco no Coachella ficasse confuso com toda a cultura negra e a cultura universitária negra [na performance] porque era algo que eles talvez não entendessem. Sua resposta corajosa me fez sentir um pouco egoísta e envergonhada. Ela disse: ‘Eu trabalhei muito para chegar ao ponto onde tenho uma voz verdadeira, e neste momento da minha vida e da minha carreira eu tenho a responsabilidade de fazer o que é melhor para o mundo, e não o que é mais popular.’ Ela disse que espera que depois do show, os jovens pesquisem essa cultura e vejam como é legal, e que os jovens negros e brancos ouçam ‘Lift Every Voice and Sing’ e percebam como a letra é incrível. Ela também espera que isso encoraje os jovens a se matricularem nas nossas maravilhosas faculdades e universidades historicamente negras. Eu retiro o que disse.”

A post shared by Tina Knowles (@mstinalawson) on

Uau, Beyoncé! Que sensacional reconhecer esse seu poder!

Comentários

Topo