Menu Papel POP

Michael B. Jordan agora só fará filmes com “cláusula de inclusão”

Michael B. Jordan anunciou que sua produtora adotará a chamada “Inclusion Rider” (ou “cláusula de inclusão/representatividade”) – uma cláusula em contratos que exigem que projetos audiovisuais tenha diversidade racial e de gênero em seu elenco e equipe.

A decisão do ator vem em resposta ao poderoso discurso que Frances McDormand fez ao vencer o prêmio de melhor atriz no Oscar, no último domingo (4), no qual ela incentivou a indústria a apoiar mais histórias e projetos criados por mulheres, e pediu que os atores passassem a adotar essa cláusula de inclusão em seus contratos.

“Em apoio às mulheres e homens que lideram essa luta, vou adotar Inclusion Rider para todos os projetos produzidos pela minha empresa Outlier Society. Tive o privilégio de trabalhar com mulheres poderosas e pessoas de cor ao longo da minha carreira e a missão da Outlier é continuar a incentivar pessoas com talento no futuro”, explicou Michael B. Jordan.

Reassista ao discurso de Frances McDormand no Oscar abaixo:

O discurso de Frances McDormand

Frances McDormand fez um discurso incrível exaltando todas as mulheres da indústria cinematográfica ao receber seu Oscar de Melhor Atriz por "Três Anúncios para um Crime". Veja:

Posted by Papel Pop on Monday, March 5, 2018

(Via The Guardian)

Comentários

Topo