Menu Papel POP

Jennifer Lawrence escolhe clipe da Britney como favorito feito pelo diretor de “Operação Red Sparrow”

Jennifer Lawrence voltou a fazer uma parceria com Francis Lawrence, o diretor de “Jogos Vorazes”, no filme “Operação Red Sparrow”, e a dupla participou de uma coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (22) em São Paulo.

Eles estavam diretamente de Londres falando com a imprensa brasileira sobre o filme que estreia dia 1º de março. O Papelpop viu e adorou o ritmo de ação do filme, o poder feminino da história e as cenas ousadas, horripilantes e absurdamente sexy-bizarra que Lawrence protagonizou como a agente russa Dominika.

Francis Lawrence, além de comandar os três últimos “Jogos Vorazes” e filmes como “Constantine” e “Eu Sou a Lenda”, ele também dirigiu muitos clipes, como “Bad Romance”, “Sk8er Boi”, “Jenny from the Block”, “Run the World (Girls)”, e “I’m a Slave 4 U”.

Durante a coletiva perguntamos se Jennifer Lawrence tinha algum favorito entre os clipes feitos pelo diretor. Ela fez uma cara engraçada e logo respondeu: “Eu tenhoooo. ‘I’m a Slave 4 U’, da Britney Spears'”, respondeu J-Law, arrancando risadas da plateia.

“Eu tenho alguns favoritos por razões diferentes. Um dos últimos que fiz foi ‘Bad Romance’, da Lady Gaga, foi uma grande colaboração que fiz com ela. Tem um vídeo menos conhecido, que foi ‘Turn Your Lights Down Low’ para a Lauryn Hill, que foi feito em Kingston, na Jamaica. Uma das coisas que gostei dele era que não conhecia muito Bob Marley, e era um dueto com Bob Marley, fomos até lá, visitamos onde ele gravava, uma casa dele, foram três semanas de muito aprendizado. E eu adoro Lauryn Hill e aquela música”, completou Francis Lawrence.

“Operação Red Sparrow” é baseado em um livro lançado em 2013 por Jason Matthews, um ex funcionário da CIA, que aqui no Brasil ganhou o título de “Roleta Russa”. A obra é uma trilogia literária, seguida por “Palace of Treason” e “The Kremlin’s Candidate”. Durante a coletiva, o diretor falou se há previsão para continuar a trama no cinema. “Não há planos ou nada concreto sobre fazer sequências. Nós queríamos fazer um filme, e poderíamos contar mais histórias sobre Dominika, já que há outros dois livros publicados. Tenho algumas ideias de como a história poderia prosseguir, mas não é uma franquia que queremos obrigar as pessoas a engolir.”

O filme é cheio de cenas intensas e horripilantes, incluindo algumas sequências de tortura, e Jennifer Lawrence falou um pouco sobre como foi gravar isso. “Na verdade, algumas das cenas de tortura foram as mais legais de gravar. Em qualquer trabalho, se no fim das contas eu não estou contente com o que faço, eu não farei. Atuar é uma forma de libertação, é um sentimento reconfortante, quero poder rir, me divertir no trabalho, quando falam ‘ação’, mesmo que seja uma forma diferente de diversão, causada pela adrenalina. Ficar com os braços amarrados não era muito bom, mas eu sabia o que esperar. É ótimo trabalhar com Francis porque ele é muito organizado.”

A atriz ainda falou que apesar do filme ser completamente uma ficção, ela o achou super empoderador. “Os personagens são todos ficcionais, mas eu acho o longa empoderador. Para mim, pessoalmente, foi muito empoderador. Acho que não teria tempo melhor para ele ser lançado”, disse Jennifer Lawrence.

“Operação Red Sparrow” estreia nos cinemas brasileiros no dia 1º de março; confira o trailer abaixo:

Comentários

Topo