Menu Papel POP

Selena Gomez teria feito doação maior do que o cachê que recebeu no filme de Woody Allen

Depois que Timothée Chalamet e Rebecca Hall se comprometeram a doar seus salários do próximo filme de Woody Allen, “A Rainy Day in New York” (Um Dia Chuvoso em Nova York, em tradução livre), para o Time’s Up e outras organizações de caridade, após as acusações de abuso sexual contra o diretor, alguns fãs criticaram Selena Gomez, uma das estrelas do filme, por não fazer o mesmo.

Porém, segundo a revista People, embora Selena não tenha feito um anúncio público, uma fonte próxima da atriz disse que ela “fez uma doação significativa anonimamente” ao Time’s Up que “excedeu em muito o salário que recebeu para fazer o filme.”

Desde que as acusações de assédio sexual em Hollywood vieram à tona começando por Harvey Weinstein, os relatos de Dylan Farrow, filha de Woody Allen, ressurgiram. Ela acusa o pai de molestá-la quando criança.

Pela primeira vez, Dylan Farrow, filha de Woody Allen, concedeu uma entrevista para a televisão falando sobre suas acusações de abuso sexual contra o pai. A entrevista ao programa “CBS This Morning” vai ao ar na quinta-feira (18), mas um trecho já foi divulgado pelo canal: “É importante que as pessoas percebam que uma vítima, uma acusadora, importa. E que são suficientes para mudar as coisas. Por que eu não iria querer acabar com ele? Por que eu não deveria ficar brava e magoada? Por que eu não deveria sentir um tipo de revolta depois de todos esses anos sendo ignorada, desacreditada e deixada de lado?”

O novo longa de Woody Allen, que deve ser lançado neste ano, conta com Jude Law (The Young Pope), Elle Fanning (Malévola) e Timothée Chalamet (Me Chame Pelo Seu Nome) o qual irá doar o cachê recebido pela sua participação no filme para três instituições: Time’s Up, criada por várias atrizes de Hollywood em combate ao assédio no ambiente de trabalho; Centro LGBT de Nova York; e RAINN, a Rede Nacional de Assistência a Vítimas de Estupro, Abuso e Incesto.

Comentários

Topo