Menu Papel POP

Justin Bieber disse a Marilyn Manson que “o tornou relevante de novo” após usar camisa do cantor

O merchandising da turnê “Purpose”, do Justin Bieber, tem umas camisas meio diferentonas, tanto nas fontes quanto nas imagens estampadas. Uma das roupas vendidas (na loja de departamento Barneys) tem, por exemplo, o rosto do Marilyn Manson e os seguintes dizeres atrás: “Bigger than Satan… Bieber”, ou seja, “Maior que Satã… Bieber”.

Purpose-Tour-Marilyn-Manson-Tank-Barneys

Então tá, né? Mais ou menos. Conversando com o site Consequence of Sound, Manson falou que não gostou nada dessa história, muito menos da atitude de Bieber quando o encontrou pela primeira vez.

“Ele já estava usando essa camisa com o meu nome, e ele me disse: ‘Eu tornei você relevante de novo’. Foi um grande erro dizer isso para mim. No outro dia falei que estaria no soundcheck dele no Staples Center para cantar ‘Beautiful People’. Ele acreditou que eu apareceria, porque ele era estúpido desse jeito.”

Na época do lançamento da camisa, o designer Fear of God disse que Manson autorizou o uso de sua imagem para essa “reinterpretação”. Mas, segundo Manson, não foi bem assim.

“[Eventualmente] fiquei com o lucro dessas camisas. Eles nem contestaram, só disseram: ‘É, sabemos disso, erramos, então toma aqui o dinheiro’. [Justin] foi um merda no sentido de que teve a arrogância de dizer aquilo. Ele era um cara bem pegajoso, dizia ‘Yo, bro!’ e tocava você quando estava falando. E eu fiquei: ‘Dá um tempo, você bate na minha cintura, OK? [risos] Então se afaste’.”

Comentários

Topo