Menu Papel POP

Alguém fez os cálculos para explicar a rapidez das viagens em “Game of Thrones”

MAIS SOBRE:

Uma das grandes reclamações desta temporada de “Game of Thrones” é a agilidade em que os personagens se deslocam por Westeros. No episódio recente, a rapidez em que Daenerys recebeu a mensagem de socorro do Gendry. Como ele correu até lá, mandou mensagem por um corvo e a Daenerys recebeu e chegou lá no mesmo episódio? Há quem tente explicar.

Há duas teorias: uma faz tudo ter sentido em 24h e a outra arrisca afirmando que tudo aconteceu em cinco dias.

Teoria 1: os corvos podem ser muito rápidos

Um usuário do Reddit fez o dever de casa e criou um tópico chamado “Em defesa aos teleportes dos corvos”, explicando como isso foi possível.

Ele começa apontando que – baseado no fato de que a Muralha tem aproximadamente 500km – quando aplicada a escala no mapa de Westeros, chegamos à distância de 3 mil quilômetros entre Dragonstone e Eastwatch. Com descansos, a média em que um pássaro consegue voar da noite para o dia é 1,6 mil quilômetros. A teoria pressupõe que corvos de “Game of Thrones” não descansam, então o corvo poderia chegar em 10 horas até Daenerys.

gendry-gif

Já sobre o Gendry, o cenário de abertura da série é semelhante ao lugar em que o grupo de Jon Snow captura um zumbi. Sendo assim, eles estiveram andando em círculos numa distância aproximada de 43km da Muralha. Se Gendry correr, ele consegue chegar em 3h.

Então ele chega no cálculo: corrida do Gendry (3h) + Viagem do corvo (10h) + Bate-papo da Daenerys com o Tyrion (1h) + Daenerys voando até além da Muralha (10h). Tudo dá 24h, que é o tempo em que todos os eventos se passam.

Teoria 2: há quem diga que tudo aquilo durou cinco dias

Em outra discussão do Reddit, chegaram à conclusão de que tudo foi possível porque a missão de Jon durou cinco dias. Como?

Baseado na temperatura aproximada do Norte (-12º), é o tempo necessário para o lago onde eles empacaram voltar a ficar congelado ao ponto de uma horda de zumbis passarem por cima.

got-teorias

As teorias são válidas, mas como é um território fictício, fica muito amplo estipular. Seria bem melhor se a série conseguisse por ela mesma mostrar a noção dessas coisas, né?

Comentários

Topo