Menu Papel POP

Tão dizendo que “Kill Jay Z” é indireta pra Kanye West

MAIS SOBRE:

O novo álbum  de JAY-Z “4:44” chegou nesta sexta-feira (30) ao Tidal e os fãs do rapper já estão dissecando as letras. Depois de todas as referências ao casamento com Beyoncé na faixa-título, parece que a primeira música do disco, “Kill Jay Z”, tem indiretas para Kanye West. Dá uma olhada no trecho abaixo:

“Você anda por aí como se fosse invencível / Você abandonou a escola, perdeu seus princípios / Eu sei que as pessoas te traíram, eu me senti mal também / Mas essa atitude ‘foda-se todo mundo’ não é natural / Mas você não é um Santo, isso não é KumbaYe / Mas você se machucou porque ficou bom demais para o ‘Ye / Você deu 20 milhões pra ele sem psicar / Ele te deu 20 minutos no palco, porra, o que ele estava pensando? / ‘Errado pra caralho com todo mundo?’ é o que você está dizendo? / Mas se tá todo mundo maluco, você é quem está insano”

Os fãs estão apontando que quando Jay fala sobre “abandonar a escola”, é uma referência ao álbum “College Dropout”, de Kanye West, enquanto o Saint de “You’re not a Saint” é o segundo filho do rapper com Kim Kadarshian. Ye também seria um apelido de Kanye West.

Os 20 milhões são sobre uma negociata entre Tidal e Apple, que envolveu JAY-Z, Drake e Kanye por causa da música “Pop Style” — JAY-Z teria dado esse valor para que Kanye continuasse leal ao Tidal. Em recompensa, foi criticado pelo amigo em um show em Sacramento, no qual Kanye falou sobre a negociação, além de ter reclamado por JAY-Z apenas ter ligado para ele após o roubo a mão armada que Kim sofreu em Paris. “Você quer saber como eu estou me sentindo?” Kanye disse na ocasião. “Passa em casa, traz as crianças, como se nós fôssemos irmãos”.

Quanto ao insano? Dois dias depois de desabafar no palco, Kanye foi internado no hospital da UCLA para avaliação psiquiátrica e colocado sob observação depois de uma crise causada por exaustão e falta de sono.

Em entrevista para a iHeartRadio, JAY-Z havia dito que, na verdade, essa música era sobre “matar o ego, para que nós possamos ter essa conversa em um lugar de vulnerabilidade e honestidade”.

 

Comentários

Topo