Menu Papel POP

Ariana Grande voltará a Manchester com show beneficente: “não deixaremos o medo vencer”

MAIS SOBRE:

Na tarde desta sexta-feira (26), Ariana Grande divulgou em suas redes sociais uma carta emocionante aos fãs sobre o atentado terrorista que deixou 22 pessoas mortas na saída do seu show em Manchester, na Inglaterra, na última segunda-feira.

Mesmo sem nenhuma culpa pelo ataque, Ariana se desculpou com seus fãs e se colocou à disposição as vítimas para ajudá-las no que for preciso. Esta é a segunda vez que ela fala sobre o atentado.

“Não gá nada que eu ou qualquer pessoa possamos fazer para aliviar a dor que vocês estão sentindo. De qualquer maneira, estendo minhas mãos e meu coração e tudo que eu puder dar a vocês e aos seus queridos caso vocês queiram ou precisem de qualquer ajuda minha.”

A cantora anunciou ainda que voltará a Manchester para “passar um tempo com os fãs” e fazer um show beneficente afim de arrecadar dinheiro para as famílias das vítimas do atentado. Os detalhes de quando e onde esse encontro acontecerá serão divulgados em breve.

Eu irei retornar à incrivelmente corajosa cidade de Manchester para passar um tempo com os meus fãs e realizar um show beneficente para honrar e juntar doações para as vítimas e suas famílias.

Ari encerra o comunicado reforçando que a união entre as pessoas deve ser a prioridade no momento, e que a música tem exatamente esse objetivo. Além disso, a cantora deixou claro que o atentado marcou sua vida pra sempre.

“Música é algo que todos no mundo podem compartilhar. Música tem o objetivo de nos curar, unir e nos fazer feliz. Então é isso que eu vou continuar a fazer. […] Eles estarão na minha mente e no meu coração todos os dias e eu vou pensar neles em tudo o que eu fizer pelo o resto da minha vida.”

Leia abaixo a carta completa, traduzida:

“Meu coração, preces e as mais profundas condolências estão com as vítimas e familiares do ataque a Manchester. Não há nada que eu ou qualquer um possa fazer para tirar a dor que vocês estão sentindo, ou fazer com que isso melhore. No entanto, eu estendo minha mão, coração e tudo que eu puder dar a vocês, caso queiram ou precisem de minha ajuda, de alguma qualquer forma.

A única coisa que podemos fazer agora é escolher como isso vai nos afetar e como vamos viver nossas vidas a partir de agora. Eu tenho pensado em meus fãs, e em todos vocês, sem parar na última semana. A forma como vocês lidaram com isso foi mais que inspiradora e me deixou ainda mais orgulhosa, vocês nem podem imaginar.

A compaixão, bondade, amor, força e singularidade que vocês mostraram nessa semana é completamente o oposto das tentativas hediondas que são necessárias para fazer tão terrível quanto o que aconteceu segunda-feira. Vocês são o oposto. Eu sinto muito pela dor e medo que vocês estão sentindo agora, e pelo trauma que vocês também devem ter passado.

Nós jamais seremos capazes de entender porque coisas assim acontecem, pois não são da nossa natureza, e é justamente por isso que não devemos recuar. Não vamos ceder ao medo, não deixaremos que isso nos divida! Não deixaremos o ódio vencer. Eu não quero continuar o resto do ano sendo incapaz de ver, dar força e trazer meu fãs para cima, da mesma forma como eles fazem comigo.

Nossa resposta a essa violência tem que ser a nossa união para nos ajudarmos, para nos amarmos mais, cantar cada vez mais alto e viver de uma maneira mais amorosa e generosa do que antes.

Eu irei retornar à incrivelmente corajosa cidade de Manchester para passar um tempo com os meus fãs e realizar um show beneficente para honrar e juntar doações para as vítimas e suas famílias. Eu gostaria de agradecer aos artistas e amigos que se uniram para expressar todo o seu amor por Manchester. Eu terei detalhes para compartilhar com vocês em breve, assim que tudo for confirmado.

Desde o primeiro dia em que começamos a organizar a turnê de “Dangerous Woman”, eu disse que esse show, mais do que qualquer coisa, tinha a intenção de ser um espaço seguro para os meus fãs. Um espaço para eles escaparem, para celebrar, curar, se sentirem seguros e serem eles mesmos. Para encontrar amigos que fizeram online. Para se expressarem.
Isso não muda.
Quando você observa a platéia nos meus shows, você vê uma multidão linda, diversa, pura e feliz.
Milhares de pessoas, completamente diferentes, todas unidas por uma única razão, a música.
Música é algo que todos no mundo podem compartilhar.
Música tem o objetivo de nos curar, unir e nos fazer feliz.
Então é isso que eu vou continuar a fazer.
Nós continuaremos em homenagem aos que perdemos, aos seus conhecidos, meus fãs e todos os afetados por essa tragédia.
Eles estarão na minha mente e no meu coração todos os dias e eu vou pensar neles em tudo o que eu fizer pelo o resto da minha vida.

Ari.”

Nossa, Ari. Que pessoa incrível que você é! <3 Estamos sem palavras aqui…


Tradução: Raíssa Basílio e Rafaela Sehn

Comentários

Topo