Menu Papel POP

Viola Davis e RuPaul estão na lista dos mais influentes da Time! Vem ver todo mundo!

MAIS SOBRE:

A anual lista das 100 pessoas mais influentes do mundo feita pela revista Time saiu nesta quinta-feira (20) e a gente gostaria de destacar duas celebridades maravilhosas, espetaculares, magníficas e esplêndidas: Viola Davis e RuPaul! <3

Os dois estão na categoria “Ícones” — merecidíssimo, né? E olha só que incrível: no perfil de cada pessoa lá no site da Time há, além de uma entrevista feita em vídeo com o escolhido/a escolhida, um textinho escrito por amigos, colegas de trabalho ou alguém que foi influenciado pelo indivíduo.

O texto da Viola, por exemplo, foi feito por ninguém menos do que Meryl Streep! Sabe como é, são super chegadas! De verdade, hahaha!

Meryl escreveu:

“Quando você passa sua vida incorporando outras vidas, se você for bem sucedido, a vida que pertence a você pode silenciosamente escapar. Mas a ascensão de Viola Davis ao topo de sua profissão, conquistada com muito custo, não a fez esquecer a difícil jornada que teve para chegar lá. E é por isso que ela representa para todas as mulheres, mas especialmente para as mulheres de cor, as recompensas do trabalho duro, de se tomar riscos e de ter fé. Viola tem criado um lugar para si mesma no Monte Rushmore do século 21 — novos rostos emergentes de uma montanha negligenciada. E quando ela conta a história de como ela veio de onde estava para onde está agora, é como se ela estivesse em uma peregrinação, seguindo seus próprios passos e honrando aquela jornada. Seus dons como artista são incontestáveis, inegáveis, profundos, ricos e verdadeiros. Mas sua importância na cultura – sua capacidade de identificá-la, sua vontade de falar sobre ela e assumir a responsabilidade por ela – é o que a define como grandiosa.”

viola davis

MEU DEUS! Ficamos até emocionados! Amém, Meryl Streep e Viola Davis! Agora vem todo mundo assistir ao vídeo da Viola:

“Gostamos de vencedores. De pessoas que seguram troféus, que têm dinheiro. Não queremos nada que reflita o nosso maior medo. E quando você é pobre, é isso que você está refletindo. Não é nem o fato de que as pessoas fazem pouco caso de você – elas simplesmente não enxergam você. Eu brincava com a minha irmã [de fingir serem mulheres brancas e ricas]: ‘Onde você conseguiu esse anel?’, e ela dizia: ‘Eu ganhei do meu marido, que me ama mais do que qualquer homem que ama uma mulher’. Mas ela sempre acabava com tudo e dizia: ‘Você não é rica, você não mora em Beverly Hills, você é pobre e precisa de ajuda do governo’. E eu dizia: ‘Não diga isso, Dolores!’, e aí brigávamos, chorávamos e a brincadeira acabava. Era a maneira que tínhamos de lidar com a pobreza. E de certa forma era uma brincadeira que nos salvou. / Essas coisas que, como seres humanos, provavelmente temos vergonha, são as coisas que nós atores transformamos em personagens. August Wilson [dramaturgo que escreveu ‘Um Limite Entre Nós’, peça (e depois filme) na qual Viola atuou] é o único escritor que escreve sobre homens como meu pai, que estudou até a quinta série, que trabalhava no McDonalds, que prestava atenção em mulheres como a minha mãe, Mae Alice – que estudou até a oitava série, que casou e teve sua primeira filha aos 15 anos. Ele escreveu sobre as pessoas comuns. São essas as grandes histórias. É por isso que me tornei atriz. / Eu não me descreveria como rebelde, mas acho que eu fui rebelde em me tornar uma atriz. Creio que há um lugar em todos nós que é sagrado, onde nos definimos. Acho que a maioria das pessoas não sabem que esse lugar está lá, e elas esperam outras pessoas as definirem. É por isso que gostamos tanto de elogios. Nós nunca alcançamos esse lugar e dizemos: ‘Quem é você? O que você quer?’ E ter uma paixão e um amor dentro de mim me fez sentir viva, e eu fiz isso prosperar. / Sinto que quando eu ganho um prêmio agora, a mulher de 51 anos sobe ao palco e está muito presente, muito calma. Quando eu ganhei um concurso de arte, fizeram uma enorme cerimônia para mim, e eu fui para casa para contar aos meus pais. Eu lembro que estava correndo de volta para a pobreza. Não senti a mesma coisa que senti quando fiquei sabendo [que ganhei o Oscar]. E eu percebi que, Viola, essa era a sua infância. Você pode comemorar agora. Então acho que é uma grande coisa comemorar.”

Viola, é, aliás, uma das capas da Time:

Já o texto de RuPaul foi assinado pela incrível modelo Naomi Campbell. Leia abaixo:

“Conheci RuPaul nos anos 90, quando eu estava numa sessão de fotos na 14th Street em Nova York. Assim que o vi, eu queria saber para onde ele estava indo, porque era onde eu queria estar.
Ru era diferente. Não só porque ele tinha roupas perfeitas e precisas e usava maquiagem, ou porque ele era o único homem que eu sabia que poderia ficar incrível com peruca e saltos. Era irreparável. Mas, quando o conheci melhor, vi em primeira mão sua sagacidade e inteligência – ele é como uma enciclopédia. E sua beleza está muito além da pele.
Agora, por meio de ‘RuPaul’s Drag Race’, que recentemente estreou na VH1 depois de oito temporadas na Logo, milhões de pessoas estão começando a conhecer Ru como eu. É incrível o que ele fez para as drag queens que competem nesse programa – trazendo-as para fora, apresentando-as a uma audiência mainstream e deixando-as terem orgulho de quem são e o que eles querem ser.
Sou abençoada por conhecer Ru. Todos nós somos.”

rupaul

E agora o vídeo:

“Aprendi muito cedo: Não leve a vida tão a sério. Há coisas que você deve levar a sério, como amar a si mesmo, deixar que outras pessoas amem você, o que é algo importante. Mas na maioria das vezes, as outras coisas não são tão importantes. / Drag sempre teve um propósito. Nós zombamos a identidade. Nós somos transmorfos. Somos Deus em drag, e o nosso papel é lembrar as pessoas disso. / É muito dificil para todo mundo entrar no show business, mas coloca aí uma drag queen negra. E eu não vou dizer, ‘Ah é mais difícil para mim’, mas isso depende de cada pessoa e como ela aprende a viver a vida. A vida é difícil. Mas quando você medita de manhã, isso faz você lembrar a sua missão, que é viva a vida, não a leve tão a sério e vai acabar quando você menos esperar. E o que as pessoas dizem normalmente têm tudo a ver com elas, e não com você. É [na meditaçao] onde você aprende a respirar, dar risada e repetir.”

Podemos aplaudir de pé?! <3

Outros artistas na lista da Time são Ed Sheeran, John Legend, Ryan Reynolds, Demi Lovato, Emma Stone, Neymar e muuuuitos outros. A seleção completa está aqui!

Comentários

Topo