Menu Papel POP

Warner está interessada em Mel Gibson como diretor de “Esquadrão Suicida 2”

Após declarações antissemitas no passado, Mel Gibson voltou definitivamente às graças de Hollywood com as indicações ao Oscar pelo filme “Até o Último Homem”. E a Warner já parece estar de olho no ator e diretor para comandar a sequência de “Esquadrão Suicida”, filme não muito bem recebido pela crítica mas que teve bilheteria suficiente para garantir uma segunda parte.

Segundo o The Hollywood Reporter, o estúdio está sondando Gibson, e as conversas entre as duas partes ainda estão bem no começo.

Fontes dizem que Gibson, diretor de “Coração Valente” e “A Paixão de Cristo”, entre outros, está “se familiarizando” com o material da sequência. O primeiro filme foi comandado por David Ayer.

O próprio diretor falou sobre as negociações numa sessão de perguntas e respostas horas depois da matéria do THR ter saído na quarta-feira, 15 (via ComicBook).

O moderador pergunta aos 17 segundos: “Vocês estão chegando em um acordo ou isso ainda é uma espécie de primeiro encontro?“, no que Gibson responde: “É tipo um primeiro encontro“.

Conversando com o Deadline em novembro de 2016 sobre os altos orçamentos de filmes em Hollywood, ele disse:

Gibson: Se você está gastando absurdos, 180 milhões de dólares ou mais, eu não sei como você terá um retorno depois dos impostos e de dar metade para os exibidores. Quanto admitiram ter gasto em “Batman vs. Superman”?
Deadline: Diria que US$ 250 milhões, além do marketing.
Gibson: E é uma bosta.
Deadline: Bem, era um filme sério e com nada de diversão.
Gibson: Não estou interessado nessas coisas. Sabe a diferença entre super-heróis de verdade e super-heróis dos quadrinhos? Super-heróis de verdade não usam roupa de lycra. Acho que roupas de lycra custam muito.

Será que essa opinião se estende a “Esquadrão Suicida”? Pelo estilo do diretor dá para imaginar uma sequência bem violenta, né?

Comentários

Topo