Menu Papel POP

Mariah Carey não quer saber do Grammy: “É chato; fui indicada seis vezes numa edição e não ganhei nada”

O Grammy foi exibido no último domingo e vai fazer uma semana que o pessoal está debatendo as vitórias e as derrotas dos artistas na premiação – nosso podcast também comentou, já ouviram?

O jornalista Dean Richards, da WGN, quis saber a opinião da Mariah Carey quanto a isso. Ela fez uma entrevista via satélite com a emissora para divulgar seu show em março lá em Chicago com Lionel Richie, e a cantora foi bem sincerona.

“Qual sua opinião sobre os resultados do Grammy?”, pergunta o jornalista.

“Você realmente acha que eu assisto isso? Parafraseando meu filho de cinco anos, é chato, OK? É chato. Depois deles me frustrarem anos atrás… teve uma vez em que eu tinha a música número 1 durante o ano inteiro [‘One Sweet Day’] e me indicaram para seis categorias… assim, as pessoas acham que eu tenho muita raiva disso, mas não tenho, só acho curioso. Porque antigamente as canções populares não ganhavam e agora mudou, agora votam nas músicas de sucesso. Quando eu fui indicada seis vezes ao Grammy por ‘Fantasy’, ‘Always Be My Baby’ e ‘One Sweet Day’, não ganhei nada. Pensei: ‘Bem… acho que preciso aceitar isso’. Eu era bem jovem. Você não pode deixar que isso lhe afete. É só que o Grammy é chato pois é previsível. Fim.”

Mariah está se referindo à edição de 1996 da premiação, na qual estava indicada em seis categorias com o álbum “Daydream” e suas músicas, um dos grandes sucessos de sua carreira. Ela perdeu, por exemplo, o prêmio de álbum do ano para “Jagged Little Pill” de Alanis Morissette; gravação do ano para “Kiss From a Rose” do Seal; e melhor performance pop feminina para “No More I Love You’s” da Annie Lennox.

O jornalista ainda brinca depois dizendo que queria só umas aspas da Mariah sobre Adele e Beyoncé, mas todos acabaram tendo que ouvir um desabafo por algo de décadas atrás, hahahaha!

O que acharam da fala de Mariah?

Comentários

Topo