Menu Papel POP

Judy Garland foi molestada por anões de “O Mágico de Oz”, diz livro de ex-marido da atriz

Meu Deus! De acordo com o jornal The Sun, o ex-marido de Judy Garland, Sid Luft, morto em 2005, revelou em seu livro póstumo que a atriz foi molestada no set de gravações do filme “O Mágico de Oz” (1939) por alguns anões que interpretavam os munchkins – Judy só tinha 16 anos na época.

Essa informação foi encontrada numa biografia inacabada de Luft, descoberta no ano passado junto com seus arquivos e só agora publicada com o título “Judy and I: My Life with Judy Garland”.

Segundo o ex-marido de Judy, a atriz disse a ele que os colegas que interpretavam os munchkins a molestaram durante as filmagens do longa. Ele escreveu:

“Eles achavam que poderiam escapar de qualquer coisa porque eram pequeninos. Eles fizeram a vida de Judy um pesadelo no set colocando suas mãos por baixo do seu vestido. Os homens tinham mais de 40 anos.”

judy garland

O The Sun aponta que rumores sempre existiram sobre o mau comportamento dos atores que interpretaram os munchkins. Boatos dão conta de que eles promoviam orgias no Culver Hotel, onde todos estavam hospedados durante as filmagens de “O Mágico de Oz”, bem como noites de bebedeira e quartos destruídos.

Sobre isso, Judy teria dito na época: “Eles eram bêbados, ficavam chapados todas as noites, e precisavam ser contidos pela polícia com redes de pegar borboletas”.

O The Sun também diz que o livro póstumo traz revelações sobre a vida de Judy, como sua luta contra as drogas e suas várias tentativas de suicídio. “Ela era casada com as drogas antes de me conhecer. E nunca se divorciou delas”, contou Luft.

Na Amazon gringa, a biografia já está a venda e será lançada oficialmente no dia 1º de março.

Judy Garland foi casada com Sid Luft por 13 anos – ele foi o terceiro de seus cinco maridos e ficaram juntos entre 1952 e 1965.

Comentários

Topo