Menu Papel POP

Os momentos mais “sambistas” da Anitta em 2016 (é muito diva pop, vai!)

MAIS SOBRE:

Anitta sambou muito nesse 2016. Mostrou que é maravilhosa, talentosa e que em 2017 continuará sendo a rainha brasileira do pop que você respeita, divulga e enaltece.

Vamos relembrar juntinhos o quanto ela arrasou esse ano?

Anitta abriu os trabalhos de 2016 com essa versão meio jazz de “Bang”, gravado para o canal da Capricho no YouTube.

Ainda era janeiro e essa mulher já estava mudando de ritmo: Arrasou no samba de “Essa Mina É Louca”, música feita com o cantor Jhama que ganhou esse clipe todo fofo e colorido, e com participação da Isis Valverde. O vídeo tem mais de 140 milhões de visualizações.

Esse janeiro rendeu tanto que teve até Ivete Sangalo cantando e dançando “Bang” durante um show em Recife. E se a Veveta canta uma música sua é porque você tá arrasando muito, miga.

Daí veio o carnaval e a Anitta quebrou tudo no desfile das escolas de samba do Rio. Ela entrou na avenida com a Mocidade Independente, toda trabalhada nas plumas.

Mas será que só os brasileiros gostam da Anitta? O canal de Youtube “Fine Brothers Entertainment” mostrou os clipes de “Bang” e “Essa Mina É Loca” para adolescentes norte-americanos e esse foi o resultado:

Em abril ela estreou como apresentadora do “Música Boa ao Vivo”, no Multishow, e conversou com o PapelPop, olha que honra! No vídeo, fala sobre gravar ou não em inglês… Será que teremos “Show of the Powerfuls”?

Anitta seguiu sambando ao divulgar de surpresa um novo clipe, a baladinha “Cravo e Canela”

Em julho, durante o “Criança Esperança”, ela misturou “Poderosa”, das Frenéticas, com “Show das Poderosas”, na companhia de modelos plus-size maravilhosas.

Chegaram as Olimpíadas do Rio e nossa rainha sambou – literalmente – para o mundo inteiro ver. Na abertura da cerimônia ela cantou “Isto Aqui, O Que É?”, de Ary Barroso, na companhia de Caetano Veloso e Gilberto Gil.

Logo após a apresentação, Anitta ainda deu uma sambada básica no jornalista William Waack, que perguntou isso aqui: “A coreografia pouco tem a ver com o que a gente conhece dos teus clipes. Era a Anitta que estava lá?”, e recebeu uma resposta merecidíssima:

“Com certeza. Eu ouço de tudo. Cresci ouvindo de tudo. Tenho um tio que é da velha guarda do Império Serrano. A minha vida não transita só no tipo de música que eu canto”.

As Olimpíadas registraram mais sambadas da diva do que o carnaval inteiro. Por exemplo, esse momento da Anitta no “Programa do Porchat” admitindo que usou playback na abertura da Rio 2016 (porque todo mundo fez) e mostrando que poderia ter feito tudo ao vivo, tá?

Chegou outubro e Anitta fez uma apresentação incrível no “Prêmio Multishow”. Em um medley bapho, com mais de sete minutos de duração, ela botou a bunda pra jogo, bateu cabelo com as meninas, se cercou de boys por todos os lados e dançou muito, mas MUITO MESMO.

O fim do ano veio chegando, mas Anitta ainda estava com fôlego para mandar um discurso maravilhoso durante um show no Villa Mix Festival, no Rio de Janeiro. Ela contou que um cara uma vez disse que caso se casasse com ela, a impediria de “rebolar na frente dos outros”. A nossa musa retrucou pro boy, óbvio:

“prefiro ficar sozinha do que ser subordinada”.

Claro que também essa poderosa me aparece cantando em espanhol em “Si o No”, parceria com o cantor colombiano, Maluma.

E para encerrar o ano SAMBISTA dessa mulher, ela deu essa no apresentador Ronaldo Ésper. No Twitter, o programa “Hoje em Dia”, da TV Record, postou: “Gente, qual será a correção que o Ronaldo Ésper vai fazer no look da Anitta?”.

A cantora lançou o seguinte: “Doida pra saber! Quero muito entrar nos padrões de Ronaldo Ésper”. Por favor, finalizando nossa lista de uma forma maravilhosa!

O que esperar de 2017, gente? “Anitta World Tour”? Já queremos!

anitta-sambando

Comentários

Topo