Menu Papel POP

Lena Dunham sofreu assédio sexual de um diretor da HBO

MAIS SOBRE:

Lena Dunham e a produtora Jenni Konner compartilharam uma situação extremamente delicada na Lenny Letter, newsletter de Dunham.

Elas contaram que a escritora sofreu assédio sexual de um diretor da HBO. Lena Dunham é uma mulher que luta contra o sexismo na indústria do entretenimento e no mundo.

* Lena Dunham diz que “Girls” deve acabar na sexta temporada
* Renée Zellweger sobre sexismo: “Por que valorizamos mais a beleza do que a competência?”

Na carta aberta, Konnar conta que ela e Dunham estavam saindo das filmagens quando foram abordadas por um diretor da emissora – não foi citado o nome e nem programa que ele comanda.

O homem chamou Lena para conversar, pedindo para que ela o ajudasse a convencer uma atriz a mostrar os seios ou pelo menos um pedaço na vagina, na série dele.

Como se não fosse o bastante, ele disse “você mostraria tudo, até o seu c*”. Na publicação, Konner diz que esse tipo de situação acontece com frequência com Lena e os produtores falam disso com a maior naturalidade. “Nossas vozes são o nosso superpoder”, afirma Jenni Konner.

O diretor também fez questão de mostrar a foto de um ator pelado, na tentativa de convencer Lena a ajudá-lo.

Lena Dunham tira a roupa em “Girls” como uma forma de quebrar barreiras sexistas na TV e não obter maiores índices de audiência.

Em entrevista à Marie Claire e a People, ela já tinha falado sobre as cenas de nudez na série.

“Não acho que eu seria capaz de criar aquelas cenas, se não pensasse que foi essencialmente importante na mensagem que eu quis passar para o mundo”, contou ela à Marie Claire.

“Eu queria não só explicar e mostrar às pessoas como eu conquistei a minha própria autoestima, mas também evidenciar o que acontece quando uma mulher plus-size resolve agir com confiança e sensualidade, mostrando o corpo”, disse à revista People.

[via Yahoo]

Comentários

Topo