Menu Papel POP

O que achamos de “Oz: Mágico e Poderoso”: sim, é incrível e muito legal!

Fomos convidados pela Disney para assistir, numa cabine para a imprensa, o filme “Oz: Mágico e Poderoso”, que estreia dia 8 de março nos cinemas.

Quem acompanha o Papelpop viu cada pôster, cada imagem e cena exclusiva do filme e está ansioso, assim como nós, para saber se é mesmo tão incrível quanto parece ser nos trailers.

E é incrível sim! Não só pelo belo visual e pelos competentes efeitos especiais, mas também pela história divertidíssima e as atuações arrebatadoras.

James Franco está muito divertido e sarcástico no papel do farsante de circo. Outros pontos fortes são os pequenos detalhes como a aparição do Leão e do Espantalho, da transformação da bruxa e do povo de Oz.

Todos esses fatores mostram que o filme, diferentemente de “Alice no País das Maravilhas”, consegue ser um prólogo decente e aceitável à clássica história de Mágico de Oz, criada por L. Frank Baum.

Ah! E as atuações…

Leia o que a gente achou de tudo…

Pra quem ainda não sabe como é a história…

“Oz: Mágico e Poderoso” mostra o que acontece com Oscar antes dele se tornar o famoso “Mágico de Oz”, do conto clássico de L. Frank Baum (que conta a história da Dorothy que vai com os sapatinhos…).

Neste filme, a Disney resolveu contar a origem do mágico Oz. Antes de ir para lá, ele era um ilusionista de circo, no Kansas, que ganhava dinheiro com suas farsas. Após uma briga, ele escapa em um balão e entra numa tempestade que o leva para a “Terra de Oz”.

Aí o James Franco chega lá e tem que lidar com as duas bruxas más, Theodora e Evanora, e a bruxa boa Glinda. Acompanhado de seu fiel escudeiro, um macaco voador, e uma boneca de cerâmica, ele tenta ser o feiticeiro que todos esperam, apesar de só saber pequenos truques de circo.

Preciso repetir que James Franco é o ponto alto do filme? Escolheram o personagem perfeito para ser o protagonista mesmo.

O macaco voador “Finley” é outro ponto alto do filme, arrancando risadas até mesmo de um público adulto e sério. Algumas das melhores cenas do filme são protagonizadas por ele!

Os efeitos especiais, a aparência do filme e o 3D são muito bons e não causam o estranhamento que algumas pessoas sentiram ao ver cenas do filme no Youtube.

Como são as bruxas?

A atuação da Mila Kunis é muito boa! Ela faz Theodora, uma das bruxas más. No começo, ela não é realmente malvada, já que é enganada pela sua irmã, Evanora (Rachel Weisz). Mas quando ela se transforma… muuuuuito bom! Kunis desempenha bem o papel de “bruxa verde malvada que quer matar todo mundo”.

Michelle Williams e Rachel Weisz, também ótimas, só não ganham muito destaque porque a história delas não é lá uma das mais interessantes. Mas nada que estrague a experiência do filme. Zach Braff (aquele ator que fez “Scrubs”, sabe?) tem uma ótima participação no filme: primeiro, ele é Frank, ajudante de Oscar. Na segunda parte, ele faz a voz do macaco Finley.

“Oz: Mágico e Poderoso” é uma produção que cumpre o papel que ela se propõe direitinho: encanta e diverte do começo ao fim. É filme para todo mundo ver.

Aliás, olha que lindo o que a gente ganhou na saída do filme! Um balão em miniatura com um guia ilustrado do filme com fotos, um cartão postal e até um mapa da Terra de Oz!

Amamos <3

Comentários

Topo