Menu Papel POP
famosos

Megan Fox removeu tatuagem de Marilyn Monroe porque era algo negativo: “Ela era tipo a Lindsay Lohan”

Preparem-se para momentos de reflexão com Megan Fox. A atriz, que ficou famosa por causa da franquia “Transformers”, está na capa da edição de fevereiro da revista Esquire (EUA) e falando sobre plásticas, aspectos negativos da fama e tatuagens.

Sobre este último assunto, a atriz contou o porquê de ter removido a tatuagem da Marilyn Monroe que ela tinha no corpo. Megan explicou que começou a ler recentemente sobre o ícone de Hollywood e percebeu que a vida dela foi extremamente difícil. E por isso decidiu tirar.

“Eu não queria ver algo tão negativo… Ela [Marilyn] era tipo a Lindsay Lohan. Foi uma atriz que não tinha credibilidade, quase que meio incerta… Ela tinha todo o potencial do mundo e isso foi desperdiçado. Não tenho interesse em seguir esses passos”.

Oi? Alô, mundo? Eu li isso mesmo? Sim, eu li, você leu, nós lemos…

Queria opinar sobre a declaração, mas são tanta coisas para abordar… Não sei se começo pela noção deturpada do legado da Marilyn Monroe, sobre o absurdo de comparar Marilyn com Lindsay, sobre a pretensão de achar que pode um dia seguir os mesmos passos de Marilyn (ainda mais por causa de uma tattoo!?) ou sobre o conhecimento tardio da vida da maior estrela de Hollywood (como se Megan Fox não tivesse uma profissão parecida).

Acho que alguém só viu aquele filme com a Michelle Williams e saiu falando isso.

Na capa da Esquire, Megan Fox, sem a tatto da Marilyn, claro.

Quer remover uma tatuagem estranha e gigante num lugar de destaque? Vamos melhorar a justificativa, plmdd!

ATUALIZAÇÃO ÀS 17:50

Megan Fox vai ao Facebook pedir desculpas para Lindsay Lohan e dizer que falha de comunicação na entrevista é culpa dela.

Saiba o que ela comentou sobre a entrevista depois do pulo… 

Em atualização no Facebook, Megan Fox tentou se explicar sobre o ocorrido:

“O jornalista e eu estávamos discutindo porque eu estava tirando minha tatuagem de Marilyn Monroe. Isso porque, na opinião dele, Marilyn era uma figura tão poderosa e emblemática para as mulheres. Eu tentei traçar paralelos entre Lindsay e Marilyn para ilustrar minha opinião de que, enquanto Marilyn é um ícone agora, infelizmente ela não foi respeitada e levada a sério enquanto ainda estava viva.”

“Ambas as mulheres eram atrizes talentosas, cujo talento natural foi perdido entre o caos e incessante escrutínio da mídia, interessada em seus estilos de vida e suas dificuldades em relação aos horários no estúdio, etc. Eu queria que isso fosse uma comparação entre duas mulheres com experiências semelhantes em Hollywood. Infelizmente, isso se transformou em algo que me fez parecer alguém com opinião ignorante. Não era minha intenção criticar ou degradar Lindsay. Eu nunca quero que ela veja isso como bullying porque ela não merece isso. Eu não estava falando eloqüentemente durante esta entrevista e esta falha de comunicação é culpa minha.”

por Phelipe Cruz em 15/01/2013 14:48

Comentários

Topo