Menu Papel POP

É verdade que a Beyoncé fez playback na posse de Obama?

MAIS SOBRE:

Um dia depois da apresentação da cantora Beyoncé na posse do presidente Barack Obama, nos Estados Unidos, começou a pipocar na imprensa a notícia de que a mulher do Jay-Z, na verdade, fez playback.

Primeiro, o jornal The Times, do Reino Unido, cutucou a audiência afirmando que Queen B não cantou ao vivo. Horas depois, o New York Post conversou com alguém da equipe da cantora e confirmou: Beyoncé não soltou a voz ao vivo.

Quem disse isso?

Um representante da orquestra que tocou na cerimônia, a United States Marine Band, confirmou para o NY Post que Beyoncé decidiu gravar o hino nacional americano minutos antes do momento de ela subir para cantar.

Ele afirmou que ela não foi a única que fez isso, sem citar outros nomes. O representante disse que essa é uma prática muito comum em eventos gigantescos como aquele, em que muitas coisas podem dar errado, como, por exemplo, uma rajada de vento no microfone ou eco atrapalhando.

“Tudo o que eu posso dizer é que a gente recebeu a ordem, minutos antes, de que ela [Beyoncé] iria cantar sobre uma base pré-gravada. Essas foram as instruções que tivemos. Não sabemos exatamente o motivo”, disse o representante.

Mas tem problema?

Tem problema uma artista como a Beyoncé gravar a própria voz para se assegurar de que tudo vai sair perfeito? Será que Queen B preferiu uma apresentação sem falhas técnicas e por isso resolveu gravar?

Apesar de o New York Post confirmar, ninguém da equipe de Beyoncé – nem mesmo a cantora – disseram uma palavra, até o momento, sobre essas especulações. Quando essa novela ganhar mais capítulos, corre aqui para acompanhar tudo!

[Atualização - 18h10]: o site Vulture divulgou, há pouco, o checagem de som feita pela Beyoncé logo antes da cerimônia começar. Tá igual ao momento final? Dá uma ouvida e compare!

Comentários

Topo