Menu Papel POP
televisão

As novidades da nova temporada de “Falling Skies”!

Hoje, às 21h nos Estados Unidos, “Falling Skies” retorna para sua segunda temporada com o episódio inédito “Worlds Apart: Shall We Gather at the River”.

Quando você voltar a acompanhar o mundo pós-invasão alienígena, três meses terão se passado desde que o líder Tom Mason (Noah Wyle) foi levado em uma nave espacial. Em sua nova jornada, a série promete ser ainda mais sombria, melhor do que nunca!

Veja os três primeiros minutos do novo episódio:

Quer saber mais sobre a estreia? Continue lendo após o pulo!

Segundo o próprio Noah, esse ano a história mostrará seu personagem tentando entender sua nova realidade de vida. “Ele estará relutante em aceitar as resposabilidades de ser o líder, e de sentir que merece ocupar esta posição, ou mesmo de que tem capacidade de fazer isso de um jeito positivo”, disse o ator em entrevista ao site Zap2It.

Peter Shinkoda, que interpreta Dai, disse que o retorno de Tom ao grupo trará ainda uma grande mudança para todos. “Ele possui muito conhecimento e isso renderá ponteciais reviravoltas para a segunda temporada. Seu retorno e a informação que ele acabou tendo acesso, sobre os alienígenas, são as melhores coisas da temporada”, comenta Shinkoda.

Enquanto Tom esteve foragido, a vida entre os que formam o grupo de sobreviventes foi muito difícil. Para Drew Roy, que interpreta o filho mais velho de Tom, chamado Hal, o grupo pode não ter se saído tão bem na batalha contra os aliens, como foi mostrad ao final da primeira temporada. Xiiii!

“Do jeito que a temporada anterior se encerrou, parece que atacamos os alienígenas e realmente conseguimos alguma vantagem sobre eles. Mas após o contra-ataque, é mostrado que não estávamos tão bem assim. Nós perdemos muitas pessoas, e quando a série voltar, estará mais sombria e mostrará como estamos tentando decidir nossos próximos passos”, disse Roy.

“Eu acho que o seriado está mais denso, mais sujo. Você vai enxergar a diferença no tom, se comparado a temporada anterior”, garante Colin Cunningham, que interpreta John Pope. “A primeira temporada mostrou o que estava acontecendo. Esta temporada vai avançar. E o mundo está mais soturno. É uma temporada intensa”, finalizou.

Moon Bloodgood, que interpreta Anne Glass, consegue enxergar diferenças na maneira de se contar a história. “Eu acho que o elemento “ficção científica” foi deixado um pouquinho de lado. O programa está mais dinâmico do que eu percebia antes,” disse.

“Ainda estamos entendando em que estamos pisando. O ano anterior focou muita na família Mason, mas agora a série é focada no relacionamento desta família com os Aliens. E teremos outros alienígenas, além de muitos outros aspectos a serem discutidos. Tem muito mais aventura, e muitos mistérios a serem resolvidos.

As influências de Battlestar Galactica

Mas não é só na tela que o programa muda, afinal agora Remi Aubuchon é o showrunner da série. Talvez você o conheça de “Caprica”, o prólogo da sensacional “Battlestar Galactica”. Ao assumir seu novo emprego, Steven Spielberg deu uma missão e tanto para Aubuchon. Com as palavras do mestre do cinema, “Esta temporada tem que ser mais grandiosa e melhor do que a anterior”.

Quem já viu alguns dos novos episódios garante que a missão está sendo cumprida. Uma das razões disso é que o programa também conta com os roteiristas David Weddle e Bradley Thompson, também de “BSG”.

Com todo um time técnico vindo de Battlestar Galatica, é claro que mudanças no roteiro aconteceriam. O show agora trará dilemas tão interessantes quanto a finada série do canal SyFy tratava, e isso afeta ainda o carater dos personagens, tornando-os mais ambíguos. Ninguém é eternamente bom, nem eternamente ruim. Isso ajuda a comover a audiência com debates esquentados!

Spoilers

Em seu retorno pós escapada alienígena, Tom precisará provar se é um herói, ou um traidor. Em seu tempo no nave, Tom perceberá que não há abertura para negociações e que a luta entre humanos e alienígenas será travada até que toda a outra espécie seja dizimada.

Isso trará todo um novo aspecto ao personagem, que abandonará seu lado mais humano, esperançoso, e o colocará em linha de guerra. Além disso, o ingrediente “vingança” crescerá na trama.

As informações reunidas sobre os alienígenas até aqui, dão margem ao entendimento de que nem todos os extra-terrestres são anti-humanos. Alguns podem não estar tão contentes com esta guerra por novos territórios e domínio de uma outra espécie. Esta pode ser a saída para a raça humana.

Tom e Pope não se entederão muito bem, enquanto o relacionamento entre Tom e Weaver crescerá absurdamente. Os dois passarão a se entender cada vez melhor. Ideologicamente, eles estarão no mesmo grau.

Por algum tempo, Hal (Drew Roy) continuará se adaptando a figura paternal que assumiu. Ben (Connor Jessup) vai ter que aprender a controlar sua raiva. Isso vai interferir em decisões importantíssimas que o grupo deverá tomar para se manter vivo e em ordem.

Tom Mason e a Dra. Glass (Moon Bloodgood) terão seus momentos ~calientes~. Quem também entra n0 clima de romance é Hal – mesmo sem a possibilidade de Karen (Jessy Schram) ser resgatada dos aliens, afinal a nova série da atriz é uma das apostas da ABC. Ele vai acabar se envolvendo com Maggie (Sarah Carter).

Falando em Maggie, Pope conhece um dos principais segredos da personagem, e exatamente por isso ela se sentirá ameaçada por ele. Mas não se engane, o próprio Pope tem seus segredos.

Para finalizar, haverá morte de grandes personagens, destruição em proporções épicas e um ganho mitológico para a série que surpreende pela quantidade de ação envolvida.

Se a nova temporada da série for tão boa quanto elenco e equipe garante, você vai querer ser o próximo a entrar naquela nave alienígena!

E se quiser saber quais são os outros episódios da noite, acesso o Box de Séries. Por lá você encontra não apenas a estreia de Falling Skies, mas também os episódios regulares season finales de outras séries que vão ao ar hoje.

* Caio Fochetto (@caiofochetto) é paulistano, um dos criadores do Box de Séries e aqui no Papelpop ele sempre escreve sobre seriados todos os domingos.

por Caio Fochetto em 16/06/2012 19:54

Comentários

Topo