Menu Papel POP
televisão

Os ingredientes infalíveis para fazer uma série se tornar sucesso instantâneo!

Domingo, dia mundial da preguiça e macarronada! Para comemorar, resolvi falar de alguns ingredientes infalíveis para o sucesso das séries de TV!

A quantidade de ingredientes que eles “reciclam” não é pouco, não! São coisas básicas, que você encontra em praticamente todos os programas em exibição. Mas vamos combinar agora que sexo e gente gostosa estão desconsiderados nesta lista, afinal todo mundo está de acordo de que esses ingredientes são esperados numa boa série de TV, né?

1) Números musicais…

Você pensou em “Glee”, né? Mas calma, nem vou falar dessa porque é muito óbvio. A verdade é que depois de “Glee” muitos roteiristas e produtores despertaram para o poder da música. Tanto que no ano que vem teremos “Smash”, um musical adulto a ser estrelado por Debra Messing (“Will and Grace”) e Anjelica Huston (“A Família Adams”), com assinatura de Steven Spielberg na produção. Já apresentamos “Smash” aqui.

O efeito “Glee” também explodiu nos seriados. Quem conseguiu se esquecer do episódio musical de “Grey’s Anatomy”, ou mesmo de “House M.D.”? Teve também algumas cenas do tipo em “How I Met Your Mother”, “The Big Bang Theory” e “Community”…

A vantagem para os roteiristas são cinco minutos de texto a menos. Além disso, o fato vira notícia, afinal todo mundo clica para ler uma manchete sobre cena musical em sua série favorita! Todo munda ganha! Uma beleza!

2) Um ataque de zumbis…

Terror é um gênero que atrai público, não importa se a série é boa ou não. Neste gênero, uma subcategoria ganha quase que privilégio total: os zumbis.

Quer ter público na sua série? Coloque zumbis! Pronto! Até “Hellcats” já teve, “House M.D.” também… E se considerarmos a população de Bons Temps controlada por Maryann na segunda temporada de “True Blood”, a quantidade de monstros na TV cresce um pouco mais.

Não tem como não falar do sucesso estrondoso de “The Walking Dead”, que retorna com a segunda temporada hoje. Além disso, tem a minissérie britânica “Dead Set”, que só teve uma temporada de seis episódios (mas vale muito!); “Death Valley”, com uma visão bem humorada e “Awakening”, cancelada antes de ser exibida e que mostrava caçadores de zumbis procurando seus alvos pelo Facebook! Sim! Tipo… CW, te amo!

3) Um ator interpretando vários papéis…

Isso não é novidade nas novelas daqui, mas vem acontecendo com frequência nos EUA!

Provavelmente Anna Torv com suas Olívias e William Bell, de “Fringe”, sejam o melhor exemplo. Mas a magia também se faz presente na canastrona “Ringer”, com Sarah Michelle Gellar representando Bridget Kelly e Siobhan Martin.

A Escola Usurpadora de Drama Moderno está crescendo, e não duvide que este plot atinja outros programas de TV, afinal o twist provocado pelo velho conto do gêmeo bom/gêmeo mau é uma delícia!

Sabe o que seria ótimo? Uma série musical de zumbis gêmeos e dissimulados! Se uma série como essa existisse, acho que não ganhava Emmy, ganhava logo um Oscar! Hahaha!

Mais uma dica…

Deixando os ingredientes de lado, fica a dica para o sábado que vem: vai rolar em São Paulo, no Sonique Bar, a quinta edição da Festa Blogo. É uma balada para fãs de seriado com DJs bem conhecidos da internet. Não sou o mais famoso deles, mas faço parte desta lista, então vai lá me ver e a gente conversa pessoalmente!

Confirme presença na Lista Amiga da festa e concorra a brindes, além de ter todas as informações que precisa. Até sábado que vem!

* Caio Fochetto (@caiofochetto) é paulistano, um dos criadores do Box de Séries e aqui no Papelpop ele sempre escreve sobre seriados todos os domingos.

por Caio Fochetto em 16/10/2011 18:16

Comentários

Topo