Menu Papel POP
cinema

Globo de Ouro: “Slumdog Millionare” é o filme mais legal do ano?

Antes de falar do “Slumdog Millionare”, eu preciso confessar…

Vi o Globo de Ouro só por um motivo: estava torcendo por “True Blood”, meu mais novo vício, minha série predileta de vampiros com atuações sensacionais, humor certeiro e drama e suspense na medida certa.

No entanto, “Mad Men”, um seriado denso, inteligente e kinda boring, foi quem ganhou o prêmio de melhor série de drama.

globo1.jpg

Mas… A fofíssima Anna Paquin ganhou o prêmio de melhor atriz de drama por “True Blood”. Tinha como não torcer por ela?

Quem vê a série torce, se emociona e se apaixona pela personagem dela, Sookie. Lembra daquela cena em que ela come a torta preparada pela avó dias depois da morte dela? Ok, continuando…

globo2.jpg

Agora vamos falar de “Slumdog Millionare”. Uau! Vocês viram como o filme se deu bem no Globo de Ouro? Taí uma promessa boa para os cinemas em 2009: mais um bom filme pop de Danny Boyle.

O longa ganhou o prêmio de melhor filme (drama) na premiação, melhor roteiro, melhor trilha-sonora e melhor direção. “Slumdog” é do fera Danny Boyle, que fez os ótimos “Cova Rasa”, “Extermínio”, Trainspotting” e outros.

Pra quem gosta dele, sabe que filme do cara que presta é feito com boa música, bom roteiro e direção inovadora, right? Então lá vem coisa boa por aí! Se você quiser saber do que se trata o filme, eu já falei de “Slumdog Millionare” aqui no Papel Pop há um tempinho.

Outros destaques do Globo de Ouro:

* “30 Rock” ganhou a melhor série de comédia pela milésima vez. O que foi aquele discurso engraçadíssimo do Tracy Morgan? Fico feliz por eles. Não tem como não premiar o seriado de novo. Tina Fey, que ganhou o prêmio de melhor atriz, continua mandando muito bem em tudo.

A criação é dela e o texto do seriado é foda, o elenco é impecável e o humor é nota 10.

globo4.jpg

* Kate Winslet finalmente (e merecidamente) ganhou um prêmio depois de mil indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro. Não só um, mas dois numa noite só! Deve ter sido por isso que ela ficou 10 horas agradecendo e falando no microfone.

Ela tinha direito, né, tadinha? Tô doido pra ver “The Reader”, com ela e Ralph Fiennes.

* “Vicky Cristina Barcelona”, que eu adorei, levou o prêmio de melhor filme de comédia. É claro que Woody Allen não estava lá, mas nem é disso que eu quero falar…

Quem entregou a estatueta foi o comediante Sacha “Borat” Coehn, que fez muitas piadas antes de anunciar os indicados. Em uma delas, ele comentava o fato de Madonna ter demitido uma de suas assistentes. “E nós estamos falando de Guy Ritchie”, completou Sacha no final. A platéia não riu dessa. Kkkkkkk.

* Aliás, falando em humoristas, acho que todo Globo de Ouro tinha que ter uma participação do comediante britânico Rick Gervais. Ele não é o máximo?

globo5.jpg

* Tenho medo do Mickey Rourke, que ganhou o prêmio de melhor ator (ele venceu Sean Penn em “Milk”), mas vou ver “The Wrestler” mesmo assim.

por Phelipe Cruz em 12/01/2009 1:28

Comentários

Topo