Menu Papel POP
televisão

quebra-barraco é “mulher de chegar”

Quem viu o programa de Regina Casé, “Central da Periferia”, exibido pela Globo, teve a chance de ver em ação a grande musa da Cidade de Deus e do funk carioca. Tati Quebra-Barraco deixou claro porque é a primeira grande MC do Brasil. E não é só por músicas inspiradas e divertidas como “Sou feia, mas tô na moda”, “Boladona” e “Fama de Putona” que ela é uma das melhores atrações pop do país. Ao pegar no microfone, Tati Quebra-Barraco se transforma em uma espécie de Tim Maia de saias (ou melhor, calça da Gang). A moradora da CDD tem total controle sobre o que faz, canta com autoridade, graça, confiança e, como ela mesmo diz, esculacha. A similaridade com o “síndico” não pára por aí. É claro que a moça, assim como Tim Maia, também falta shows já agendados, cancela compromissos e pisa muito na bola. Mas é tudo parte do show. Durante o programa de Regina Casé, Tati Quebra-Barraco confidenciou que, para conseguir o homem que ela quer, nunca pensa duas vezes. “Eu sou mulher de chegar. Dei pela primeira vez com 13 anos e fiquei grávida. Criei todos meus filhos numa boa”, completou. Tati pode. Tati quebra o barraco. ps. Viram a dança no bonequinho?   http://www.youtube.com/watch?v=HltUbiaYPFE

por Phelipe Cruz em 30/09/2006 18:08

Comentários

Topo